Cerveja nos estádios | Fábio Campana

Cerveja nos estádios

A Assembleia Legislativa retoma hoje a discussão sobre o projeto que libera a venda e consumo de cerveja nos estádios paranaenses.
A matéria é delicada, tem toda a bancada evangélica contra e já tentou outras vezes ser discutida. A seu favor alguns itens importantes: o “Estatuto do Torcedor” (Lei Federal nº 10.671/2003) não proíbe a venda e consumo de bebidas alcoólicas nos estádios e os números de eventos do passado em que o consumo de cerveja não aumentou os índices de violência nos estádios.
E também, a realidade dita que se durante as duas horas de jogo não há bebida, em todo o entorno dos estádios o negócio é diferente. Antes e depois das partidas os bares e ambulantes faturam alto vendendo cerveja, fato que demonstra que a bebida faz parte dos jogos.
A proposta da liberação da venda dentro dos estádios é do líder do governo na Casa, deputado Luiz Cláudio Romanelli e assinada por outros onze parlamentares: Alexandre Curi, Stephanes Junior, Ademir Bier, Pedro Lupion, Marcio Pauliki, Tiago Amaral, Fernando Scanavaca, Marcio Nunes, Nelson Justus e Anibelli Neto.


2 comentários

  1. segunda-feira, 28 de agosto de 2017 – 13:04 hs

    EU ACHO QUE DEVEM LIBERAR SIM POIS NO CAMPO DE FUTEBOL É LOCAL DE DIVERSÃO E Á CERVEJINHA FAZ PARTE..POIS NAO ACREDITO QUE UMA OU MAIS CERVEJA VAI DEIXAR O TORCEDOR MALUCO NÉ,,,AINDA MAIS EM DIAS DE 40 GRÁUS;;;;;;;;;;;LIBERA ENTÃO..E QUEM APRONTAR QUE PAGUE O PREÇO SE VENDO COM A LEI;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

  2. falido e ainda mal pago
    segunda-feira, 28 de agosto de 2017 – 22:10 hs

    As cervejarias já estão bancando a campanha desses deputados?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*