Andreguetto pede demissão da URBS | Fábio Campana

Andreguetto pede demissão da URBS

Como previsto e anunciado, o presidente da URBS, José Antonio Andreguetto, pediu demissão e será substituído interinamente pelo diretor de Transporte Antonio Carlos Pereira de Araújo. Há 30 dias, Andreguetto encaminhou um pedido de afastamento ao prefeito Rafael Greca. A sua saída do cargo acontecerá em breve, após a reunião da Assembleia Geral da URBS que precisa homologar a mudança da presidência.

Andreguetto é da entourage do ex-prefeito e deputado federal Luciano Ducci, que reclama o cargo. Nos próximos dias saberemos como ficará a queda de braço pelo controle da URBS.


6 comentários

  1. Sueli Mendes
    quarta-feira, 9 de agosto de 2017 – 18:30 hs

    A briga é pela administração do consórcio do lixo que interessa a Luciano Ducci.

  2. Déo
    quarta-feira, 9 de agosto de 2017 – 19:08 hs

    Desde o inicio da gestão Andregueto estava descontente com o comando da PMC nas mãos de GG e da madame. O Heliogábalo não apita. Ave Cesar!!!!

  3. Euzébio Moraes
    quarta-feira, 9 de agosto de 2017 – 21:20 hs

    Lá em casa é a mesma coisa, a patroa fica dando palpite em tudo e no final das contas eu que me f*** todo!

  4. Tulipa
    quinta-feira, 10 de agosto de 2017 – 7:10 hs

    Está de volta para o IAP, para assumir a diretoria.

  5. Pedro Lira de Azevedo
    quinta-feira, 10 de agosto de 2017 – 8:00 hs

    Se o descontentamento é por causa da não renovação da frota, qual a culpa do Presidente da Urbs? As empresas foram na justiça e ganharam uma liminar para não renovar a frota. Quem tinha que fazer alguma coisa é a Procuradoria, não é mesmo? Se a Procuradoria não consegue derrubar essa liminar, por incapacidade ou porque as alegações das empresas são corretas, que que o presidente da Urbs tem a ver com a história judicial? Parece que nesse caso o prejudicado não tem culpa no cartório!

  6. Hugo Coimbra
    quinta-feira, 10 de agosto de 2017 – 11:47 hs

    Gostaria de ver o Bruno Pessuti como presidente da Urbs. Precisamos de sangue novo e que entenda do sistema para gerir a pasta. Chega de indicações apenas políticas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*