Advogado acusa amigo de Moro de intervir em acordo de delação | Fábio Campana

Advogado acusa amigo de Moro de intervir em acordo de delação

O advogado Rodrigo Tacla Duran, ex-funcionário da Odebrecht entre 2011 e 2016, acusou o advogado trabalhista Carlos Zucolotto Junior (na foto, ao lado do juiz Sergio Moro no show da Banda Skank) de intermediar negociações paralelas dele com a força-tarefa da Operação Lava Jato. Zucolotto é amigo e padrinho de casamento do juiz Sergio Moro. As informações são da Folha de S. Paulo.

Rosangela, esposa de Moro, já foi sócia do escritório de Zucolotto. Além disso, o advogado é defensor do procurador Carlos Fernando dos Santos Lima em ação trabalhista que corre no STJ (Superior Tribunal de Justiça).

As conversas de Zucolotto com Tacla Duran teriam envolvido negociações de abrandamento de pena e diminuição da multa que o ex-advogado da Odebrecht deveria pagar em um acordo de delação premiada.

Em troca, de acordo com Duran, Zucolotto seria pago por meio de caixa dois. O dinheiro serviria para “cuidar” das pessoas que o ajudariam na negociação, segundo correspondência entre os dois que o ex-advogado da Odebrecht diz ter em seus arquivos. As informações e a transcrição da suposta correspondência estão em um livro que Duran está escrevendo e que pretende lançar até outubro.

Zucolotto nega as acusações. Os procuradores citados por Tacla Duran afirmam que nem sequer conhecem o advogado amigo de Moro.

Tacla Duran foi acusado de lavagem de dinheiro e de formação de organização criminosa pelo Ministério Público Federal. O advogado tentou fazer delação premiada, mas as negociações fracassaram.

Ele teve a prisão decretada por Moro. Chegou a ser detido na Espanha em novembro de 2016. Em janeiro, foi libertado. O Brasil pediu a sua extradição, mas a Espanha negou –Tacla Duran tem dupla cidadania.

Desde então, ele vem dando entrevistas com acusações à Lava Jato e à Odebrecht. Conforme a Folha publicou, ele diz que a empreiteira fraudou documentos apresentados em seu acordo de delação premiada.

Moro divulgou nota em defesa de Carlos Zucoloto Jr.

O juiz Sergio Moro divulgou uma nota em resposta à matéria da Folha de S. Paulo. Veja na íntegra.

Sobre a matéria “Advogado acusa amigo de Moro de intervir em acordo” escrita pela jornalista Mônica Bérgamo e publicada em 27/08/2017 pelo Jornal Folha de São Paulo, informo o que segue:

– o advogado Carlos Zucoloto Jr. é advogado sério e competente, atua na área trabalhista e não atua na área criminal;

– o relato de que o advogado em questão teria tratado com o acusado foragido Rodrigo Tacla Duran sobre acordo de colaboração premiada é absolutamente falso;

– nenhum dos membros do Ministério Público Federal da Força Tarefa em Curitiba confirmou qualquer contato do referido advogado sobre o referido assunto ou sobre qualquer outro porque de fato não ocorreu qualquer contato;

– Rodrigo Tacla Duran não apresentou à jornalista responsável pela matéria qualquer prova de suas inverídicas afirmações e o seu relato não encontra apoio em nenhuma outra fonte;

– Rodrigo Tacla Duran é acusado de lavagem de dinheiro de milhões de dólares e teve a sua prisão preventiva decretada por este julgador, tendo se refugiado na Espanha para fugir da ação da Justiça;

– o advogado Carlos Zucoloto Jr. é meu amigo pessoal e lamento que o seu nome seja utilizado por um acusado foragido e em uma matéria jornalística irresponsável para denegrir-me; e

– lamenta-se o crédito dado pela jornalista ao relato falso de um acusado foragido, tendo ela sido alertada da falsidade por todas as pessoas citadas na matéria.


10 comentários

  1. Palpiteiro
    domingo, 27 de agosto de 2017 – 12:49 hs

    Ninguém escapará da fogueira das vaidades. A vaidade é a perdição das almas mais puras.

  2. domingo, 27 de agosto de 2017 – 13:13 hs

    porque quando vivemos em uma república prostituta ninguém escapa?
    está tudo podre, não escapa ninguém com poderes no Brasil, basta ver em que se transformaram os partidos politico. Um verdadeiro antro de traquinagem e mutretas com o dinheiro público!!! PROSTITUIÇÃO TOTAL!!!

  3. Oswaldo
    domingo, 27 de agosto de 2017 – 13:19 hs

    Que tiro no pé deu a Folha. Tentar colocar na mesma vala o Juiz Sergio Moro e um vagabundo, não é possivel. O povo não é bobo. Sabe diderenciar muito bem tudo isso. Absurdo total.
    E ainda querer envolver a mulher de Moro. Passaram do limite.
    Viva Moro. Viva Rosangela.

  4. Vingador das Araucárias
    domingo, 27 de agosto de 2017 – 13:29 hs

    Quando um profissional de imprensa olha só para um lado, o leitor que assina um jornal do tamanho da Folha de S. Paulo por acreditar na história do jornal e não em seus jornalistas, se vê ludibriado em sua busca de informações sérias e responsáveis. Num momento de tamanha turbulência como vivemos no país, é lamentável que tenhamos que conviver com estas supostas acusações sem nenhuma base de verdade, numa clara busca de factoides para manchar a reputação de um Magistrado que hoje figura entre os 10 mais bem conceituados homens do direito no mundo. Esta jornalista já deu o que tinha que dar….

  5. Moisés Fróes
    domingo, 27 de agosto de 2017 – 13:53 hs

    Mônica Bérgamo não merece nem ser chamada de jornalista, pois é uma pilantra, petista, corruPTa, devia receber dinheiro do Luladrão e da Diama(Dil-má) para tecer elogios ao PT e aos seus governos. Essa mulher não gosta da Lava Jato, pois esta prende os seus ‘amiguinhos’ e vai prender o seu amigaço Lula. Está tentando desmoralizar o juiz Moro, e não vai conseguir, pois o Moro é muito maior que essa ‘jornalista’. O Moro é pelo Brasil decente e Ela é pelo Brasil dos corruPTos petistas.

  6. domingo, 27 de agosto de 2017 – 13:58 hs

    Pra livrar esses bandos de urubus (Lula e Cia) vale tudo.

  7. Rock
    domingo, 27 de agosto de 2017 – 15:06 hs

    Se investigarem essa história vão descobrir que rã não é sapo e que sapo não é rã.

  8. Juscelino alves
    domingo, 27 de agosto de 2017 – 17:25 hs

    PT
    Quer generalizar. Rsss

    Colocando todos mesmo saco, jamais PT assumem as suas roubalheiras

  9. domingo, 27 de agosto de 2017 – 17:31 hs

    Como Moro tem certeza que é falsa a acusação? Estranho tudo isso! Quem tem que se defender é o acusado, ex sócio da mulher do juiz!!

  10. Sergio Silvestre
    domingo, 27 de agosto de 2017 – 22:29 hs

    Devagar tá caindo a casinha desse nababos juizes e procuradores canalhas,a gente sabe o que fizeram no verão passado(caso Banestado E PREFEITURA DE MARINGÁ)e não me venham dizer que esse sujeito não tem suas sujeiras para esconder,é da mesma laia de Gilmar e companhia.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*