A todo vapor | Fábio Campana

A todo vapor

do Aroldo Murá

Mal voltou do recesso do meio do ano, a deputada estadual Maria Victoria (PP) mergulhou de cabeça na rotina do parlamento, que já se mostrou bastante frutífera. Ainda em julho, seu projeto em parceria com o deputado Anibelli Neto (PMDB) que confere ao município de São Mateus do Sul o título de “Terra da Erva-Mate” foi sancionado, dando origem à Lei n.º 19.080.

Também foi recebida pela secretária estadual da Educação, Ana Seres Trento Comin, de quem recebeu a auspiciosa notícia de que a Cartilha Maria da Penha – iniciativa dela que será distribuída aos alunos do sexto ao oitavo da rede estadual de ensino – será lançada em um evento em Maringá, no dia 23 de outubro.

Sem falar no entra-e-sai constante de prefeitos, vereadores e secretários do interior (principalmente da Região Noroeste) no gabinete.


Um comentário

  1. Aguirre
    domingo, 20 de agosto de 2017 – 12:04 hs

    O que seria de São Mateus do Sul sem o devido(?) título de “Terra da Erva-Mate”?
    A criação deste título honorífico pelos deputados acima citados foi uma das iniciativas mais fecundas e patrióticas de ambos.
    Esperamos com certa ansiedade a indicação dos futuros títulos de “Terra da Mandioca”, “Terra do Amendoim”, etc.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*