A carniça e os urubus | Fábio Campana

A carniça e os urubus

Os partidos da base aliada de Temer que votaram a favor do presidente na quarta-feira pressionam sem dó nem piedade os cargos ocupados por aqueles chamados “infiéis”.
Como barganha fazem a ameaça de votar contra a reforma da Previdência e mudar a posição no caso de uma segunda denúncia contra Temer na Câmara.
O governo debate-se porque corre o risco de retirar cargos e perder mais apoio e não retirar e perde-los também.
Ao que parece, pensar no que é importante para a população está fora de cogitação – tanto para a carniça quanto para os urubus.


Um comentário

  1. JOHAN
    sexta-feira, 4 de agosto de 2017 – 16:13 hs

    Caro FÁBIO, a análise dessa informação de que os CUMPLICAS DEPUTADOS FEDERAIS CORRUPTOS estão exigindo mais cargos e vantagens para as votações futuras, realmente confirma o ditado que agentes políticos parlamentares não possuem crédito, são hipócritas, nenhum compromisso com a sociedade. Pode aventar que são como casas de aluguel na praia, ” aluga-se casa por temporada” ou como ” aluga-se deputado federal por temporada de votação”. Essa posição é humilhante para o eleitor que depositou votos nesses elementos. Em 2018 com certeza terão a resposta desejada. Atenciosamente.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*