Venezuela: mais de 8 milhões foram às urnas eleger Constituinte | Fábio Campana

Venezuela: mais de 8 milhões foram às urnas eleger Constituinte

O Globo

Mais de oito milhões de venezuelanos (41,53%) votaram neste domingo na eleição da Assembleia Constituinte convocada pelo presidente Nicolás Maduro, informou o Conselho Nacional Eleitoral (CNE). Um número muito maior do que o estimado pela coalizão opositora MUD (Mesa da Unidade Democrática), que previa apenas 2,48 milhões de pessoas votando, 12% dos 19,8 milhões dos eleitores.

— Nesta extraordinária participação, temos 41,53% do censo eleitoral da Venezuela: 8.089.320 votaram — anunciou a presidente do CNE, Tibisay Lucena.

O presidente Nicolás Maduro comemorou o comparecimento às urnas em discurso na Praça Bolívar, no centro de Caracas. O número 2 do oficialismo, Diosdado Cabello, disse que o órgão será instalado em no máximo 72 horas, ignorando mais uma vez os pedidos da comunidade internacional para que o governo recue.

— Teremos Assembleia Constituinte. Essa é a maior votação que a Revolução Bolivariana conseguiu em toda sua história eleitoral em 18 anos — disse.

A oposição, que não participou da votação, convocou protestos para esta segunda-feira em todo país e, para quarta, em Caracas, contra a instalação da Constituinte.

— Não reconhecemos este processo fraudulento. Para nós, é nulo, não existe — disse o líder Henrique Capriles, ao convocar os protestos em nome da coalizão Mesa da Unidade Democrática (MUD).

Em um comunicado do Departamento de Estado, Washington “condenou” a eleição “viciada” e anunciou que continuará “adotando medidas enérgicas e rápidas contra os artífices do autoritarismo na Venezuela”.


5 comentários

  1. Sergio Silvestre
    segunda-feira, 31 de julho de 2017 – 8:51 hs

    Aqui tem muito imbecil que gosta de falar da Venezuela,coreia do Norte,Cuba ETC, e nunca saiu do penico Curitiba,eu acho que chegou a hora de deixar a Venezuela e tantos outros povos,procurar seu destino ,já que nós muares da Globo não deu certo e botamos tudo a perder depois de 2014,com boatos e mentiras da mídia que o Brasil estava no abismo quando não era verdade,agora sim o que vemos estarrece,os ladrões nem fingem mais e ainda tem tonto que ladra aqui com comentários de uma imbecilidade sem tamanho.
    Noto que até o Blogueiro tem um certo cuidado quando tem que tecer loas para o governo,já não com o mesmo entusiasmo.

  2. Militonto Mortadela
    segunda-feira, 31 de julho de 2017 – 14:47 hs

    BOLÍVIA E NICARÁGUA OS MAIORES PAÍSES DA AMÉRICA LATINA ESTÃO APOIANDO O GRANDE LÍDER MADURO NESSA ELEIÇÃO QUE VAI TRAZER A PAZ DEVOLTA A VENEZUELA VIVA O BOLIVARIANISMO VIVA O CHAVISMO AGORA SÓ FALTA O BRASIL FORA TEMER NÃO VAI TER GOUPE!

  3. Macambúzio
    segunda-feira, 31 de julho de 2017 – 15:30 hs

    – MATÉRIA MENTIROSA:

    “Han votado alrededor de 2.483.000 venezolanos, según las cifras que manejamos… Y hubo una abstención del 88%”, dijo el diputado de la Asamblea Nacional Henry Ramos Allup en una rueda de prensa antes de que se conocieron los resultados oficiales.

  4. segunda-feira, 31 de julho de 2017 – 17:10 hs

    Maduro MORRERÁ DE VELHO no Poder!!! Tal qual os Castro em Cuba, tem os militares ao seu lado!!!

  5. eleitor desmemoriado
    segunda-feira, 31 de julho de 2017 – 19:34 hs

    A votação pode ser considerada mesmo um êxito pelo ditador, 41% dos eleitores se deram ao trabalho de sair de casa e pedir pela instituição da Ditadura.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*