Suspeito de participar da morte da policial Bárbara deixa cadeia | Fábio Campana

Suspeito de participar da morte da policial Bárbara deixa cadeia

da Banda B

Suspeito de participar da morte da soldado Bárbara Aline da Rocha, Dario Andrada de Souza Junior foi solto por determinação da Justiça nesta quarta-feira (12). A informação foi confirmada pelo Departamento Penitenciário do Paraná (Depen). Souza deixou a Casa de Custódia de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, e passa a utilizar tornozeleira eletrônica.

O crime contra Bárbara aconteceu no dia 24 de dezembro de 2016, no aviário da família dela, em Pinhais. Na ocasião, os bandidos chegaram em um Fiat Uno e estacionaram próximo ao local, na Rodovia João Leopoldo Jacomel. Um deles desceu já com a arma em punho e apontada para a soldado. Ela esboçou reação, mas não deu tempo, e acabou atingida na cabeça e no peito.

O crime teria sido motivado por vingança, já que seis dias antes Bárbara teria acertado um tiro contra Dario em uma tentativa de assalto. “Por ter pouco dinheiro no caixa, eles também assaltaram a soldado, pegando o celular dela. Ela revidou e atirou contra Dario. O comparsa dele, Felipe Ribeiro Leite, tentou atirar na policial, mas não acertou”, informou o delegado Haroldo Luiz Vergueiro Davison na ocasião.

Souza estava preso desde a data deste primeiro crime, quando foi baleado e socorrido.

No começo do ano, mais três suspeitos foram presos pelo crime, em Guaratuba, no litoral do Estado. Felipe Ribeiro Leite, 25 anos, foi preso por homicídio e Renato Iagnecz Pereira, 23, e Andressa Cristina da Silva, 20, foram presos por co-autoria de homicídio.


5 comentários

  1. quinta-feira, 13 de julho de 2017 – 9:02 hs

    So no Brasil mesmo que isso acontece,onde ja se viu soltar um criminoso que tirou a vida de uma pessoa e mais uma pessoa que era uma POLICIAL,perderam se os valores onde o mal prevalece sobre o bem.
    Tenho certza se fosse o contrario o policial ainda estaria preso,quando isso vai mudar,VOU DIZER UMA COISA TEM Q SER “Oculum pro oculo, dentem pro dente”nao da mais cada dia é pior com esse judiciaro PODRE que so da a vez a bandidos.

  2. quinta-feira, 13 de julho de 2017 – 10:27 hs

    “Só nesse País de brincadeirinha mesmo para uma ABERRAÇÃO dessa acontecer. Só aqui mesmo. Em nenhum outro lugar do mundo. Por mais fuleiro que seja acontece isso. País que não respeita seus militares, que ao contrário, as autoridades sempre constrangem e coagem os agentes da lei que todos os dias colocam suas vidas em risco para proteger a sociedade. saem de casa para trabalhar e não sabem se voltarão para suas famílias. Pergunto onde está o MP numa hora dessas? #REVOLTANTE…” – Profº Celso Bonfim

  3. quinta-feira, 13 de julho de 2017 – 10:53 hs

    AÍ COMPANHEIROS DA POLICIAL, TIRO AO ALVO DE GRAÇA !

  4. Toribio
    quinta-feira, 13 de julho de 2017 – 11:37 hs

    Esse país é uma piada de mau gosto

  5. Jotinha
    quinta-feira, 13 de julho de 2017 – 15:50 hs

    No meu tempo esse cara não passava de uma semana kkkkk

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*