'Só se legalizar o jogo do bicho' | Fábio Campana

‘Só se legalizar o jogo do bicho’

Está na Comissão de Assuntos Econômicos o projeto de Ciro Nogueira (PP-PI) que proíbe operações com cartões de crédito ou débito, e também em moeda eletrônica, que tenham por finalidade apostar em jogos de azar em sites hospedados fora do país.
De acordo com o projeto, caberá ao Banco Central estabelecer as regras de controle proibindo que as empresas autorizem pagamentos com esta finalidade, assim como qualquer repasse de valores entre apostadores e fornecedores.

O senador diz que cerca de R$ 3 bilhões por ano estão sendo gastos por brasileiros em jogos online e pretende acabar com essa evasão de divisas, manifestando sua posição favorável à legalização da atividade econômica de jogos de azar no país, “de maneira responsável”.

O pessoal ligado ao jogo do bicho no Rio Janeiro, começará uma campanha pela legalização do jogo, “praticamente um patrimônio de nosso estado que se espalhou para o Brasil”.


6 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 17 de julho de 2017 – 12:22 hs

    É bem melhor gastar com jogos no exterior do que gastar dinheiro no Brasil, onde os tributos servem a financiar a corrupção desenfreada ou a custear um serviço público paquidérmico e incompetente, com soldadas régias às castas de nobreza do barnabelato nacional.

  2. Daniel Fernandes
    segunda-feira, 17 de julho de 2017 – 16:08 hs

    Doutor Prolegômeno, o senhor adora falar empolado, né?
    Mas quero lembrar-lhe que besteira, empolada ou não, continua sendo besteira.
    Você de onde essa de que gastar dinheiro com jogo é melhor que pagar impostos?
    Acho que o senhor anda lendo demais os livros dos idiotas chamados Hayek e Mises.

  3. Daniel Fernandes
    segunda-feira, 17 de julho de 2017 – 16:21 hs

    Onde eu escrevi
    ‘Você de onde essa ‘
    Leia-se
    ‘Você tirou de onde essa ‘

  4. JÁ ERA...
    segunda-feira, 17 de julho de 2017 – 16:30 hs

    Proibir os jogos de azar seja on line ou não aqui no Brasil é uma
    idiotice tão grande que nem vale a pena comentar. É só andar pelas
    ruas e ver as lotérricas lotadas de pessoas humildes sendo engana-
    das pela CAIXA ECONOMICA FEDERAL, e o pior, é tudo oficial !!!
    Bem ao lado das lotéricas existem umas portinholas que aceitam
    livremente o famoso jogo do bicho. Querem proibir !?, pois bem, co-
    mecem tapando o sol com a peneira e tudo certo.

  5. Daniel Fernandes
    segunda-feira, 17 de julho de 2017 – 16:37 hs

    Concordo, JÁ ERA…!

  6. CAÇADOR DE VERMES PETISTAS
    terça-feira, 18 de julho de 2017 – 13:43 hs

    Procurador Carlos Fernando dos Santos Lima:

    Nobre Procurador.

    Muitas são as vezes que reflito seriamente sobre o que esta acontecendo com o nosso jovem e querido Brasil. Penso porque tenho família, filho, esposa e acredito neste Pais mas as vezes também momentaneamente passo a não acreditar que possamos virar esta triste história. Lembro-me ainda quando Lula lançou-se a candidato a Presidência pela primeira vez. Naquela época eu morava em uma República de estudantes e confesso que quase perdi um amigo ao dizer que eu não acreditava naquele candidato e que se ele se elegesse o Brasil retrocederia. A história esta ai agora e os reflexos daquela tragédia também pois entregaram o Brasil a um espertalhão, um língua de trapo que tem o dom de fazer lavagem cerebral na classe mais pobre do Brasil, esta que ele mesmo quer que permaneça na miséria pois somente assim terá o domínio mas óbvio que dentre entre massa menos desenvolvida ainda existem aqueles que se dizem ou intelectuais de uma causa que mais nem eles sabem dizer o que é. Vejo nos senhores uma vontade gigantesca em virar esta história maldita mas também não vejo outra alternativa senão a de que o povo tem que acordar antes que seja tarde pois não precisamos ir tão longe pra ver isso basta olhar para os nossos irmãos Venezuelanos e o que agora colhem ao eleger lá no passado o doente Chaves aliás, amigo de Lula, Gleisi e toda essa pelegaiada do PT. Sei que meus comentários são raivosos mas como é que não poderiam ser diante de uma situação tão ridícula e complicada?

    Parabéns Nobre Procurador pelos seus méritos e pela nobreza de seus atos em prol do povo Brasileiro que tanto precisa de cuidado.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*