Podemos lança Alvaro à presidência do Brasil | Fábio Campana

Podemos lança Alvaro
à presidência do Brasil

O novo partido Podemos está na liça. A liderança nacional é do paranaense Alvaro Dias, senador, e a partir de agora candidato a presidente da República. Em sua fala, Alvaro destacou que o Podemos pode ser o grande catalisador de todas as esperanças de mudança que movem os brasileiros. É urgente a necessidade de alcançar índices de crescimento capazes de restaurar as condições de existência em um país com 14 milhões de desempregados e uma economia recém devastada pela corrupção e gestão equivocada de governos populistas. Antes de tudo, o povo precisa confiar em quem vai votar e acreditar que podemos mudar para melhor.

O Pode, como se referem seus adeptos ao Podemos, começa acumulando forças. O senador Álvaro Dias (PR) e o ex-jogador do Corinthians, Marcelinho Carioca, se filiaram na cerimônia de lançamento do partido, em Brasília. O senador Romário (RJ) enviou um vídeo ao evento no qual também anunciou sua filiação.A bancada da legenda na Câmara é formada por 14 deputados e deve aumentar na janela de tranferências.

Apesar de autoproclamado como uma novidade no cenário político brasileiro, com o mote “Podemos mudar o Brasil”, o Pode é o Partido Trabalhista Nacional (PTN) em uma nova roupagem. Fundado em 1945 como uma dissidência do PTB, o PTN é uma das siglas mais antigas do país. Era a legenda de Jânio Quadros, eleito presidente da República em 1960.

Durante o ato político, o deputado distrital Rodrigo Delmasso foi apresentado como anfitrião do evento. “As pessoas ainda acreditam no país que pode devolver a elas a dignidade de viver”. Ele defendeu que Álvaro Dias seja candidato a presidente em 2018 para “tirar o Brasil da lama”.

Pouco antes do discurso, Álvaro Dias e Renata Abreu acompanharam as filiações de algumas pessoas ao partido, entre os quais empresários e advogados, como Antônio Campos, irmão do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, que morreu em 2014.

Durante o evento, o líder do Podemos na Câmara, deputado Alexandre Baldy, disse que o povo brasileiro deseja mudanças na política. “O Brasil não suporta que haja 14 milhões de desempregados. O brasileiro quer um país que tenha jeito e o emprego é a forma mais digna do povo sustentar a família”, disse.


10 comentários

  1. Palpiteiro
    sábado, 1 de julho de 2017 – 14:21 hs

    Vai ser um Adhemar. Desta vez vaamos com Alvarar…

  2. sábado, 1 de julho de 2017 – 14:57 hs

    SOMENTE EM UM PAIS SEM MEMÓRIA, POLITIQUEIROS SACOS DE BOSTA FAZEM ATOS COMO SE FOSSEM ALGO EM BENEFICIO DO POVO.

  3. henry
    sábado, 1 de julho de 2017 – 18:36 hs

    UMA OBSERVAÇÃO IMPORTANTE. É Podemos COM “p” E NÃO COM “f”.

  4. Parreiras Rodrigues
    sábado, 1 de julho de 2017 – 20:54 hs

    Cabo eleitoral, presente e atuante.

  5. Sergio Silvestre
    sábado, 1 de julho de 2017 – 21:12 hs

    Lançamento precipicio abaixo,1 partido a cada 5 anos,vai cata coquinho Alvaro,

  6. CAÇADOR DE VERMES
    segunda-feira, 3 de julho de 2017 – 8:10 hs

    Já tem o meu voto e de toda minha família. Não restará ninguém “ao menos um pouco limpo” para disputar a Presidência. Ai esta uma ótima opção aos brasileiros e principalmente aos Paranaenses.

  7. zani
    segunda-feira, 3 de julho de 2017 – 17:18 hs

    Alvaro é uma pessoa honesta, mas é o mesmo de sempre, igual a todos, presidente que vai inovar chama-se Paulo Nobre, candidato a governador de SP agora e presidente em 2022

  8. neuraldo
    segunda-feira, 3 de julho de 2017 – 17:54 hs

    sou do parana, com muito orgulho, e vou votar em candidato do sul e paranaense.

  9. Laudecir
    sexta-feira, 7 de julho de 2017 – 8:18 hs

    Em um promissor debate: Bolsonaro X Alvaro, quem sai ganhando?

  10. paulo roberto kiska
    sexta-feira, 7 de julho de 2017 – 8:37 hs

    Sim estamos prontos para mais essa caminhada e mostrar aos Brasileiros que PODEMOS,,,,,,ALVARO DIAS SIm

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*