Pedidos negados | Fábio Campana

Pedidos negados

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A ministra Cármen Lúcia, rejeitou hoje dois pedidos de suspensão da denúncia contra Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados.
Um foi encaminhado pelos deputados Afonso Motta (PDT-RS) e André Figueiredo (PDT-CE). A justificativa era suspender a tramitação da denúncia na CCJ até que o deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), presidente da comissão, colocasse em votação os pedidos para ouvir o procurador-geral da República Rodrigo Janot.
O outro pedido negado é do deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), que além de querer ouvir Janot, solicitou a realização de oitivas dos peritos do Instituto Nacional de Criminalística responsáveis pela perícia dos áudios envolvendo Temer, os delatores da J&F Joesley Batista e Ricardo Saud, e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures.

A presidente do STF disse não para os dois. Amanhã a CCJ se reunirá para dar início a leitura do parecer do relator Sérgio Zveiter e oitiva da defesa de Temer. A expectativa é pela decisão do deputado que vai dizer se recomenda ou não o indeferimento do pedido de autorização para instaurar o processo no Supremo.


2 comentários

  1. FUI !!!
    segunda-feira, 10 de julho de 2017 – 6:40 hs

    Pela lógica dos fatos a CCJ deve aprovar o encaminhamento para
    a Camara dos Deputados. Daí para frente é só Deus dará. Cabeça
    de políticos corruptos é o que não faltam por aí.

  2. Outsider
    segunda-feira, 10 de julho de 2017 – 18:28 hs

    Senhora nossa faria algo muito útil acelerando e resolvendo a questão dos supersalarios, a começar pela própria casa, o judiciário, senhora nossa. Não precisa prometer, apenas fazer.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*