Os argumentos de Temer | Fábio Campana

Os argumentos de Temer

Hoje à tarde, o criminalista Antônio Claudio Mariz de Oliveira, advogado de Michel Temer, entregará a defesa do presidente ao presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG). Um documento de quase cem páginas, dividido em onze capítulos, que tem como síntese os seguintes argumentos:
Inexistência de provas de corrupção;
Ausência de conexão com a Lava Jato;
Falta de autenticidade do áudio da conversa com Joesley Batista;
Ilicitude de gravação ambiental no Palácio do Jaburu;
E um desafio explícito ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para provar em que circunstâncias o presidente teria recebido propinas da JBS.

Foto: Lula Marques/AGPT


2 comentários

  1. Do Mato
    quarta-feira, 5 de julho de 2017 – 13:40 hs

    Gostaria de ver se fosse o Lula com essas denuncias ja taria preso mas eles falam q não existem provas
    caras de pau

  2. eleitor desmemoriado.
    quarta-feira, 5 de julho de 2017 – 15:55 hs

    Hoje o advogado do presidento vai contar quem veio antes, o ovo ou a galinha. Passado este ponto evoluirá para outros, nestes ele vai provar que os anjos tem sim sexo e qual é ele. Vencido mais este ponto ele entrará no que realmente interessa, vai provar por A+B que o presidento, como todo os anteriores nunca souberam de nada, nunca ouviram nada e nunca viram nada, sempre são inocentes de tudo. Até de gravações não autorizadas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*