Obras em sete frentes de trabalho modernizam Rodovia do Café | Fábio Campana

Obras em sete frentes de trabalho modernizam Rodovia do Café

Sete frentes de trabalho executam obras de duplicação e modernização na Rodovia do Café (BR-376), principal ligação da região Norte do Estado com o Porto de Paranaguá. Os serviços envolvem trabalhos de terraplanagem, drenagem, pavimentação e muros de contenção em diversos pontos. Os trabalhos estão distribuídos em Tibagi, Alto do Amparo (distrito de Tibagi), Imbaú, Ortigueira, Marilândia do Sul, Califórnia e Apucarana.

A concessionária responsável pelo trecho de mais de 230 kms entre Ponta Grossa e Apucarana investe R$ 360 milhões nos serviços em andamento. O DER-PR fiscaliza e acompanha cada etapa da obra. “A rodovia é um dos principais corredores do agronegócio paranaense. A duplicação impactará diretamente na produção, reduzindo o tempo de viagem e os custos da operação das cooperativas e indústrias”, disse o governador Beto Richa.


5 comentários

  1. ANTONIO
    quinta-feira, 27 de julho de 2017 – 4:46 hs

    Parabéns, Governador Beto Rixa, o senhor ficará na história do Paraná, fazendo essa duplicação, pois já morreram muita gente neste trecho. Beto na minha opinião você, deverá ser candidato a Senador em 2018, pelo excelente trabalho que está fazendo. É lamentável que hoje os três senadores que estão em Brasília não trazem ou fazem nada para o Paraná. Beto sugiro que o Senhor como Senador em Brasília o primeiro ato seu, trabalhe para passar as Universidades Estadual em Federal. É sabido hoje que essas universidades sugam mais de 20% do todo o dinheiro arrecadado pelo Estado do Paraná e praticamente não trazem benefício algum para a população Paranaense.

  2. OTAVIO
    quinta-feira, 27 de julho de 2017 – 5:12 hs

    Meu pai é caminhoneiro em Apucarana, estamos contente, pois essa duplicação irá beneficiar muita gente. Aproveito para lançar o Senhor Beto Richa para Senador em 2018. Hoje lamentavelmente não temos Senador em Brasília. Aqui no norte do Paraná, têm um ditado, se colocar os três Senadores que hoje estão em Brasília “em um saco” e jogar no rio ivaí, vamos perder o saco.

  3. Tayco
    quinta-feira, 27 de julho de 2017 – 11:51 hs

    Você paga, o governo propagandeia.

    Seriam investimentos do governo do estado?
    Não, é investimento de cada proprietário de veículo que paga pedágio para a CCR, a concessionária que cuida do trecho e que está cumprindo contratos firmados.

    Cabe ao Gov. apenas fiscalizar as obras.

  4. Freddy Kruger
    quinta-feira, 27 de julho de 2017 – 12:05 hs

    Os três Senadores que foram erroneamente eleitos pelo povo paranaense, diga-se Requião, Gleisi e Ávaro Dias, nada fizeram até hoje pelo Estado, portanto, não se deve colocá-los num saco e jogar no Rio Ivaí, porque vai poluí-lo inutilmente. Eles devem ser jogados dentro de um saco no Rio Belém, onde se despejam merdas…

  5. Sergio Silvestre
    quinta-feira, 27 de julho de 2017 – 14:18 hs

    Essa obra pagamos caro por ela,foram 17 anos de pedagio caro e agora o governador quer gosar com o P quem?Vai te catar cara.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*