'O riquinho não sou eu' | Fábio Campana

‘O riquinho não sou eu’


O meu pai era funcionário público do Estado de SP, servidor público, não tinha nem casa, morava na casa da fazenda onde trabalhava e quando ele se aposentou fomos morar com a minha avó. Para eu fazer medicina, dava aula toda noite. Nove milhões de reais só depositado para aposentadoria, o riquinho não sou eu, né?“.
Geraldo Alckmim, governador de São Paulo, em resposta a Lula que o acusou de ter tido uma vida boa na infância.


Um comentário

  1. izaltino savaski
    segunda-feira, 24 de julho de 2017 – 17:25 hs

    ALÉM DE LADRÃO O FDP AINDA CARREGA RECALQUE DE INFANCIA ,

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*