Não é de comemorar | Fábio Campana

Não é de comemorar

O número de cheques devolvidos por falta de fundo, se comparado ao mesmo período do ano passado, caiu 24,6%. Não é motivo de festa, a queda se deu por dois principais motivos: primeiro, o número de emissão de cheques diminuiu bruscamente com a nova opção de débito; segundo, o número de compras também diminuiu.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*