Não decolam | Fábio Campana

Não decolam

Mais um dinheiro jogado fora. O jornalista Guilherme Amado n’O Globo adianta nesta segunda-feira, 24, que os vants (veículos aéreos não tripulados) da Polícia Federal, comprados por US$ 27 milhões (R$ 90 milhões) no fim do segundo governo Lula, estão sem voar desde fevereiro do ano passado em Foz do Iguaçu.

Os vants foram apresentados como a grande arma estratégica para acabar com o contrabando de drogas e de armas na fronteira. Fez-se uma propaganda exaustiva sobre o assunto. Agora vemos que o sistema não funciona ou não há competência e recursos para usá-lo.


Um comentário

  1. Sergio Silvestre
    segunda-feira, 24 de julho de 2017 – 20:55 hs

    Imagina,a PF pegou com a boca na botija duas aeronaves com 500 kg de cocaína cada uma e nada foi feito e nem se sabe onde ta a coca,imagina esses aparelhos mostrando o vai e vem em certos aeroportos mineiros,ahhh isso não vem ao caso.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*