Medidas de contenção de gastos do governo | Fábio Campana

Medidas de contenção de gastos do governo

Foi publicada hoje uma portaria para contenção de gastos do governo. Mas antes de comemorar, caro leitor, é bom saber que ela é cheia de exceções. Por exemplo, estão suspensos novos contratos de compra e aluguel de imóveis e veículos de uso dos agentes públicos. Os acordos que asseguram o transporte do presidente e do vice-presidente da República, contudo, permanecerão inalterados.
Os pedidos de aluguéis e compras de imóveis e veículos serão analisados e, eventualmente, autorizados pela Secretaria-Executiva do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Com a devida fundamentação, eles serão encaminhados pela Secretaria-Executiva da pasta à qual o órgão está vinculado. Veja só, até agora, parece que não havia nenhum controle sobre os pedidos de locação e compra, já que o texto da portaria coloca a “devida fundamentação” como algo que corresponde a este momento, não uma condição normal.
Imóveis destinados à reforma agrária e aqueles administrados pelo Ministério da Defesa ou pelos comandos das Forças Armadas não serão atingidos pela contenção.


2 comentários

  1. VISIONÁRIO
    quinta-feira, 20 de julho de 2017 – 15:28 hs

    Nada de novidade. Tudo conversa para boi dormir.

  2. eleitor desmemoriado.
    quinta-feira, 20 de julho de 2017 – 17:07 hs

    Então que contenção besta é esta, toda cheia de exceções? Vão fazer corte de gastos sem cortar nada?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*