Loterias federais têm aumento de arrecadação | Fábio Campana

Loterias federais têm aumento de arrecadação

A arrecadação das loterias federais apresentou aumento real de mais de 6% no segundo trimestre de 2017, comparado com igual período de 2016. O valor chegou a R$ 3,45 bilhões, segundo o Boletim de Acompanhamento do Mercado de Loteria, divulgado hoje pela Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae) do Ministério da Fazenda.
A Seae avalia que esta recuperação real na arrecadação semestral das loterias federais pode ser reflexo de recuperação na economia brasileira neste primeiro semestre.
A secretaria afirma ainda, que com o aumento da arrecadação, houve maior repasse de recursos das loterias para os programas sociais e elevação da arrecadação do Imposto de Renda com a premiação concedida.
“De fato, os repasses sociais se elevaram em aproximadamente 4% entre o segundo trimestre de 2016 (R$ 1,26 bilhão) e o segundo trimestre de 2017 (R$ 1,31 bilhão)”, diz o documento.


2 comentários

  1. Luiz Flávio
    segunda-feira, 10 de julho de 2017 – 13:39 hs

    Isso é uma tremenda sacanagem com o povo desesperado que sonha em sair desta miséria que a classe política nos condicionou. Os prêmios continuam miseráveis, verdadeiras gorjetas, se considerarmos a probabilidade de ganhar em qualquer um dos jogos. Além de contar com a sorte, o cara tem é que nascer com o c…. virado pra lua. Vejam estes números da DUPLA SENA 1662 de 01/06/2017: 03-41-42-43-44-48. Há anos atrás Alvaro Dias levantou a lebre sobre um determinado sorteio muito suspeito. Por que não levou adiante a suspeita? Só as estrelas sabem!

  2. VISIONÁRIO
    segunda-feira, 10 de julho de 2017 – 15:03 hs

    Os jogos do azar do Brasil incluindo megasenas e adjacencias são
    na verdade verdadeiros caça níqueis que quando não tem maracu-
    taias nos sorteios (tenho certeza que tem) pagam uma mixaria para
    divertir o povão. Já que é para jogar “m” no ventilador, acho mais im-
    portante legalizar os cassinos uma vez que o resto já está legalizado
    há muito tempo. Só quem é cego não vê…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*