Presidente do PT, Gleisi defende a volta do que deu errado | Fábio Campana

Presidente do PT, Gleisi defende a volta do que deu errado

Ao pregar o fim das reformas e do teto de gastos, Gleisi Hoffmann apoia o retorno da política econômica que nos causou penúrias econômicas e sociais.

Por Maílson da Nóbrega, na VEJA

Em entrevista ao Valor, a senadora Gleisi Hoffmann, presidente do PT, disse que não admite dialogar com Michel Temer ou Rodrigo Maia. Desautorizou, pois, rumores de que o partido estaria em conversas para apoiar Maia em sua eventual pretensão de assumir definitivamente a chefia do governo, caso Temer tivesse seu mandato interrompido. Para a senadora, a possibilidade de diálogo somente seria possível se “Maia recuasse da agenda econômica” que o faz cotado para assumir a presidência. “Teria que retirar a reforma trabalhista, a reforma da Previdência e refazer a votação da PEC do teto dos gastos”.

Gleisi atribui os problemas do governo Dilma à mudança no Ministério da Fazenda. “O principal erro foi em 2015, quando Joaquim Levy assumiu e começou uma política de restrição orçamentária e de austeridade”. Na verdade, os problemas legados por Dilma decorreram de erros de gestão, principalmente a orientação intervencionista da Nova Matriz Econômica. Daí vieram as enormes transferências de recursos do Tesouro para o BNDES (cerca de 10% do PIB) e o consequente aumento da relação dívida/PIB, que é o principal indicador de solvência do setor público.

Para disfarçar as estatísticas, o governo recorreu às pedaladas fiscais, o que terminou, ironicamente, por ser a causa da abertura do processo deimpeachment de Dilma. Joaquim Levy na realidade iniciou a correção desse e de outros monumentais erros da presidente.

A política econômica de Dilma foi um desastre: inflação de dois dígitos, redução da taxa de investimento, queda do potencial de crescimento econômico, a maior recessão da história, 14 milhões de desempregados e perda da classificação de grau de investimento.

O governo jamais atenderia o pedido da senadora para suspender a reforma trabalhista e revogar o teto de gastos. São essas mudanças que restauraram a confiança dos agentes econômicos e devem reverter em alguns anos a infeliz política fiscal do PT. Sem elas, a relação dívida/PIB entraria em trajetória explosiva, o que nos levaria à insolvência. O calote retiraria o poder do Banco Central de assegurar a estabilidade da moeda. A inflação sairia rapidamente de controle.

O maior êxito do atual governo foi a redução da inflação e, assim, da taxa de juros. Reduziu-se drasticamente a corrosão inflacionária dos salários, beneficiando especialmente os segmentos menos favorecidos da classe trabalhadora. Esse êxito deve-se à percepção de que as reformas seriam aprovadas e à competência da nova diretoria do Banco Central.

Ao defender o fim das reformas e do teto de gastos, a senadora prega o retorno da política econômica de Dilma, que é a fonte básica das penúrias econômicas e sociais que nos afligem desde 2015, o que felizmente começou a ser revertido. Pode?


6 comentários

  1. JÁ ERA...
    sexta-feira, 14 de julho de 2017 – 9:07 hs

    O PT que fora fundado para ser uma bandeira dos trabalhadores
    (honestos…) virou pó diante de tanta roubalheira e uma visão tão
    deturpada dos trabalhadores de fato, que hoje virou um covil de
    bandidos de quinta categoria. A Gleisi chefiando esta quadrilha dá
    vergonha de ver. Será que a mãe dela vê estas tristes notícias !?

  2. Do Interior....
    sexta-feira, 14 de julho de 2017 – 10:25 hs

    Devem comparecer lá o pessoal da pós graduação do Instituto Dom José (a esquerda no século XXI).

    Publica aí Campana para todos verem o gabarito dos “professores”: Boulos, Stédile, Dilma, Jean Willys, Jandira Fegali, entre outros grandes nomes dos “intelectuais” do Brasil.

    Se você se sentiu atraído, pode ver o gabarito dos professores aqui:

    http://www.radiochapeco.com.br/2017/07/11/pos-graduacao-a-esquerda-no-seculo-21-comeca-na-sexta-feira/

  3. ieto
    sexta-feira, 14 de julho de 2017 – 10:29 hs

    …..quem foi que deu errado???

  4. BETO
    sexta-feira, 14 de julho de 2017 – 11:20 hs

    GLEISI PILANTRA.
    Traidora do Povo do Paraná. É obvio que esta velha calhorda quer o retorno da besta barbuda pra se livrar da CADEIA.
    Este partido nojento afundou com o pais em 13 anos de desgoverno. 13 anos de mentiras, de populismo, de assalto aos cofres públicos. Chega Doa Gleisi. Chega de mentiras e desgraceira. Nos aguarde nas próximas eleições e vc tem que ir pra CADEIA junto com seu líder de merda pra pagar pelos crimes cometidos. Bando de safados.

  5. Moisés Fróes
    sexta-feira, 14 de julho de 2017 – 11:40 hs

    Ré Gleisi e corrupta, espere deitada com o chefão dos ladrões, o Luladrão.

  6. Moisés Fróes
    sexta-feira, 14 de julho de 2017 – 11:42 hs

    PB, PB, ACORDAAA!!! não vês nada, claro que não, Elles fazem às escondidas…só de você.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*