Gilmar Mendes: 'Não veria problema de Moro receber o presidente Lula' | Fábio Campana

Gilmar Mendes: ‘Não veria problema de Moro receber o presidente Lula’

O Globo

O ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e integrante do Supremo Tribunal Federal (STF), classificou a reunião mantida com o presidente Temer, na noite da terça-feira da semana passada, fora da agenda divulgada pelos dois, como absolutamente normal. Segundo ele foi um conversa na condição de presidentes do TSE e da República, e não de juiz e investigado, para tratar da reforma política.

Como foi marcada esta reunião?

Eu tinha um encontro com o ministro (da Secretaria-Geral) Moreira Franco. Estava na minha agenda inclusive. Nós ficamos de conversar sobre várias questões. Pela manhã tinha tido um debate sobre a reforma política aqui no TSE com 28 representantes de partidos. E a sequência era essa. Nós íamos conversar sobre o que era possível fazer nesse contexto. Mais tarde ele me ligou dizendo que o presidente também iria. Absolutamente normal.

Mas o encontro não estava na agenda dos dois.

A mim me parece que há um certo estresse, um certo nervosismo por parte da própria mídia, e a invenção de um certo protocolo que ela mesmo não segue. Nós recebemos vocês (jornalistas) a toda hora e falamos com vocês independentemente do horário. Então aí me parece que isso é impróprio. E um jogo de jogar suspeita, suspicácia sobre as pessoas. Quem opera mal e obra mal o faz de manhã, de tarde, à noite. Então a mim me parece que isso tem que ser esclarecido. E tem que parar com esse tipo de teoria conspiratória.

Foi o senhor quem convidou Moreira Franco?

Nós conversamos sempre. E ficamos de nos encontrar.

Qual foi o assunto?

Reforma política.

Um caso que poderia ser comparado é se o juiz Sérgio Moro recebesse o ex-presidente Lula e o ex-ministro José Dirceu. Isso…

Na verdade, essa comparação é absolutamente imprópria. Nós estamos discutindo aqui, desde o primeiro dia na minha gestão na presidência (do TSE), a reforma política. E temos conversado com todos os atores. Eu não estou aqui pedindo certidão negativa de ninguém, nem posso. Estamos discutindo questões que precisam ser encaminhadas. E cada vez mais o tempo urge, nós estamos aí com a possibilidade da anualidade, precisa ser deliberado até setembro (para a reforma política valer já na próxima eleição, em 2018). Agora, também não veria nenhum problema de o juiz Moro receber o presidente Lula ou José Dirceu.

Seria o contato de um juiz com um investigado.

Isso não se coloca. Eu sou presidente do TSE e tenho que falar, por exemplo, sobre eleições. Agora mesmo realizaríamos as eleições no Amazonas. Precisamos de um crédito adicional de R$ 18 milhões para isso. Com quem eu converso? O presidente não deixa de ser presidente pelo fato de ter uma denúncia oferecida. Como nenhum ministro deixa de ser ministro por esse fato. Vocês também não vão deixar de entrevistá-los. Eu recebi Temer não na condição de alguém que tenha uma denúncia. Eu conversei com ele como chefe de estado, chefe de governo, e eu como presidente do TSE. Foi nessa condição.

Falou sobre sucessão na PGR?

Sim, foi falado sobre isso também.

O senhor fez recomendação para Temer escolher um dos três nomes da lista?

Não. Isso é o presidente que faz. Eu mesmo sou crítico da lista. Eu acho que a lista é uma invenção corporativa. Na verdade, tenho sido crítico desse compromisso que os governos Lula e Dilma assumiram de nomear o primeiro da lista.


4 comentários

  1. FUI !!!
    terça-feira, 4 de julho de 2017 – 9:29 hs

    Realmente, para o “boca de geleia” nada tudo que é ilegal para to-
    dos nós para ele é normal…

  2. sergio
    terça-feira, 4 de julho de 2017 – 11:21 hs

    Também não veria problema se ele pedisse
    para se aposentar.

    Seria um beneficio para o Judiciário.

  3. CAÇADOR DE VERMES
    terça-feira, 4 de julho de 2017 – 12:07 hs

    Presidente “NÃO”, “EX” Presidente mas com meu voto “NÃO”.
    E mais, esse babado do Gilmar Mendes não vê problema em receber este verme porque também pertence a mesma facção Petista. Receber pra que?? Esse ladrão, esse vagabundo deve ser deixado de lado, esquecido, preso pelos crimes cometidos contra a nação. Lula, lixo, câncer do Brasil.

  4. Olavo Rohde
    terça-feira, 4 de julho de 2017 – 13:09 hs

    Receber Lula só se for para colocar as ALGEMAS.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*