Gastos com inativos superam ativos no Senado | Fábio Campana

Gastos com inativos superam ativos no Senado

O Senado gastou mais em 2016 com aposentados e pensionistas do que com salários de funcionários e servidores ativos. Em salários da folha de pessoal, a Casa Alta do Legislativo torrou R$1,64 bilhão no ano, enquanto aposentados custaram ao contribuinte quase R$1,33 bilhão. Somados aos R$350 milhões pagos aos pensionistas, o custo de quem já não trabalha foi de R$1,68 bilhão no Senado Federal.

Com 5.980 servidores, efetivos e comissionados, cada um nos custou em média R$22.853 por mês. Aposentados custaram R$30.625. O custo médio mensal da folha de pessoal do Senado é de R$126 milhões, mas chega a quase R$ 200 milhões nos meses de 13º.


2 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 5 de julho de 2017 – 15:32 hs

    Logo, isso será replicado em todos os setores do barnabelato de alto luxo. Ou o Brasil acaba com os barnabés de alto luxo ou os barnabés de alto luxo acabam com o Brasil.

  2. Amadeu K.
    quarta-feira, 5 de julho de 2017 – 18:49 hs

    óbvio. esses parlamentares que elegemos acham normal o ascensorista ou “policial legislativo” (coisa curiosíssima esse nome) ganhar mais que um médico ou professor universitario. só podia dar nisso;

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*