É um escárnio, diz Dilma | Fábio Campana

É um escárnio, diz Dilma

Dilma Rousseff divulgou nota em que classifica como “um escárnio” a condenação de Lula pelo juiz Sergio Moro. “Uma flagrante injustiça e um absurdo jurídico que envergonham o Brasil. Lula é inocente e essa condenação fere profundamente a democracia”, critica Dilma. E vai em frente: “Sem provas, cumprem o roteiro pautado por setores da grande imprensa”, acrescenta, denunciando em seguida uma “perseguição sem trégua” sofrida pelo ex-presidente “há anos”; ela também critica a aprovação, na noite de ontem, do “fim da CLT”; “O país não pode aceitar mais este passo na direção do Estado de Exceção. As garras dos golpistas tentam rasgar a história de um herói do povo brasileiro. Não conseguirão”, diz.


3 comentários

  1. Observador Atento
    quarta-feira, 12 de julho de 2017 – 18:35 hs

    Escárnio ex-presidente, é o que o PT fez com o Brasil. Sob a liderança de um demagogo, fisiologista e sem caráter. Ganancioso e mordido pela mosca azul do poder, usou e abusou da ignorância do povo brasileiro. Talvez sua “ética”, “caráter” e “honestidade” somente se compare a Sergio Cabral, a quem Lula, o falso, tanto elogiou por suas “virtudes”. Lula e sua quadrilha pretendiam se perpetuar no poder mas o povo brasileiro foi às ruas e não vai permitir que esta escória da sociedade volte a governar o povo brasileiro.

  2. eleitor desmemoriado
    quarta-feira, 12 de julho de 2017 – 19:15 hs

    A infeliz aposta que todos nós somos imbecis, nem todos, só os que votaram nela. E alguns até se arrependeram depois.

  3. quarta-feira, 12 de julho de 2017 – 20:58 hs

    Dilma mais uma vez com razão e é claro que isso é perseguição politica se Lula não fosse candidato viável esse juiz nem estaria ai com ele.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*