Condenado no mensalão está perto de criar partido | Fábio Campana

Condenado no mensalão está perto de criar partido

Como o líder do PR, o ex-deputado Valdemar da Costa Neto montou um esquema no Ministério dos Transportes para ter acesso a um orçamento de R$ 21 bilhões, cobrando propinas e superfaturando obras públicas.
Foi condenado no processo do mensalão a sete anos e dez meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, mas recebeu indulto do ministro Luís Roberto Barroso, do STF e teve em 2015 a pena extinta, que ele cumpria em prisão domiciliar desde 2014.
Costa Neto nunca se afastou da política e continua comandando articulações nos bastidores.
Está por trás da criação de um novo partido, o Muda Brasil, que pode abrigar a candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro à Presidência.
O partido só aguarda o deferimento da Justiça Eleitoral e que as negociações com Bolsonaro se concluam.


2 comentários

  1. PEDROCA DO SUDOESTE
    terça-feira, 25 de julho de 2017 – 16:41 hs

    Que legal. Alguns cânceres do país, continuam agindo e atuando por trás, aí aparecem os candidatos bem, bonitinhos,bonzinhos nas propagandas eleitorais,e escondem os mordedores, os donos de partido,os financiadores.Assim caminha nossa política.

  2. terça-feira, 25 de julho de 2017 – 17:46 hs

    Se Bolsonaro aceitar um absurdo destes , ele vai mostrar que é apenas mais um em prol dos seus desejos e caprichos, o povo que se dane.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*