Uma paranaense no CNJ | Fábio Campana

Uma paranaense no CNJ

A ex-procuradora-geral de Justiça do Paraná, Maria Tereza Uille Gomes, assume na terça-feira (13) uma cadeira no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A cerimônia deve reunir em Brasília diversos paranaenses de alto coturno. O ministro da Saúde, Ricardo Barros e a vice-governadora Cida Borghetti já confirmaram presença.

Maria Tereza foi eleita na Câmara dos Deputados por 141 votos, quando concorreu com outros seis candidatos. O CNJ tem 15 integrantes e é responsável por processos administrativos referentes aos juízes e à Justiça. Elabora metas de julgamento para o Poder Judiciário, realiza convênios e analisa reclamações sobre a conduta de magistrados, além de rever processos disciplinares. O CNJ é comandado pela presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia.


3 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 8 de junho de 2017 – 17:42 hs

    Todo o sucesso para d.ra Maria Tereza. Discreta – apesar daquele tamanhão, ela merece.

  2. LEMBRADOR IMPLACÁVEL
    quinta-feira, 8 de junho de 2017 – 18:48 hs

    QUEM SALVOU O REQUIÃO DA CASSAÇÃO DO PRIMEIRO MANDATO DE SENADOR, FOI ESTA PROCURADORA. UM ADVOGADO QUE TRABALHAVA NUM RENOMADO ESCRITÓRIO DE ADVOGACIA AQUI DE CURITIBA, SAIU ATIRANDO QUE TERIAM ENTRADO 960 MIL VERDINHAS PARA O MESMO TSE QUE HOJE OCUPA OS HOLOFOTES NO CASO DA CHAPA DILMA TEMER. LEMBRAM-SE DO CASO DAS DIÁRIAS FRIAS QUE O MARIO PEREIRA DETONOU O reiQUIAO? HOJE SERIA CORRUPÇÃO E CAIXA DOIS, LÁ FOI “DESVIO E FABRICAÇÃO DE DIÁRIAS FRIAS……

  3. POUCO VOTO
    quinta-feira, 8 de junho de 2017 – 18:53 hs

    NENOS DE 25% DE VOTOS DA CÂMARA. DEVERIA TER UM SEGUNDO TURNO DE VOTAÇÃO. ELEIÇÃO LEGITIMA TEM QUE TER NO MINIMO 50% DOS VOTOS DO COLEGIADO.
    O CNJ ACEITA ISSO?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*