Tudo apodreceu na República | Fábio Campana

Tudo apodreceu na República

 O governo não existe, tão desmoralizado que perdeu as condições de governar. Michel Temer, o presidente, é um dos cinco políticos mais impopulares do mundo, segundo a revista “Time”. Uma figura patética, pego em armação de gangsteres fantasiados de empresários a quem devia favores e que recebeu em altas horas no Palácio Jaburu. Foi gravado, conspurcado, não pode sair à rua.

Leia mais.


7 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 8 de junho de 2017 – 10:55 hs

    No fundo ele é apenas um emblema, um símbolo que representa um país cujas instituições estão em putrefação. Nesta republiqueta de bananas, onde o Estado está montado nas costas da sociedade há séculos, aplicando suas esporas a bel prazer, a corrupção é diretamente proporcional ao seu tamanho. A corrupção só diminuirá se o Estado for reduzido ao seu mínimo. As altas benesses e privilégios nobiliárquicos da nomenklatura estatal também são uma forma “legal” de corrupção.

  2. Tisa Kastrup
    quinta-feira, 8 de junho de 2017 – 11:41 hs

    Fantástico texto, Campana. Quando até os mais lúcidos jornalistas políticos destipaíz ficam de queixo caído e com as barbas de molho com toda essa lambança, daí sim começa a dar medo de não haver mais esperanças para nosso país. Muito medo.

  3. Jorge Armado
    quinta-feira, 8 de junho de 2017 – 12:23 hs

    Bobagem da imprensa comuno-petista-atéia. O presidente Temer é apoiado pelo PSDB, o partido que inventou a honestidade na política brasileira. Os tucanos jamais, em tempo algum, permitiriam ilícitos no governo.Se Alckmin, Serra, Dória, Beto Richa, Aloysio Nunes, FHC e Aécio apóiam, é sinal que é um ótimo governo. Nada há a temer.O melhor está por vir, ensina sabiamente o governador do Paraná.

  4. Daniel Fernandes
    quinta-feira, 8 de junho de 2017 – 13:11 hs

    Muito bom!
    Parabéns!
    Já tinha visto a revista IDEIAS nas bancas, mas nunca comprei.
    Começarei a comprar.

  5. Sergio Silvestre
    quinta-feira, 8 de junho de 2017 – 13:53 hs

    Quem disse que não ficaria pedra sobre pedra foi a Dilma depois de ser golpeada pelos traidores,mas ela sabia no que ia dar,o Temer é ladrão,estava sendo escanteado pela presidente e ai resolveu junto com o comparsa Cúnha se vingar.
    esses dois mais o Tucano Aécio Neves tem um grau de periculosidade que se permite ter cuidado pois eles tem até sicarios prontos para o que der e vier.
    Quanto a Joice e o que ela disse,cuidado ao ler e acreditar no que essa mulher diz.

  6. VISIONÁRIO
    quinta-feira, 8 de junho de 2017 – 16:43 hs

    Hoje a situação do Temer independe de ser cassado ou não. Se
    cassado vai pegar as trouxas e adeus Jaburu, se não for cassado
    ficou a pior parte para ele e todos nós. O país se tornou ingovernável
    e insustentável economica e politicamente. Vai passar o resto do man-
    dato escondido no Jaburu com meia dúzia de puxa sacos que vão
    ficar por lá porque tambem se sair fica sem o bico… Que tal mudar
    o nome para Palácio do Urubú !?

  7. Daniel Fernandes
    quinta-feira, 8 de junho de 2017 – 17:23 hs

    Sinceramente? Começo a torcer para que o Temer fique. As opções conseguem ser ainda piores.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*