Servidores, frustrados, encerram greve | Fábio Campana

Servidores, frustrados, encerram greve

A greve acabou. Termina na sexta e na segunda-feira da próxima semana, todos os servidores de Curitiba estarão no batente. Eles fizeram uma passeata pela avenida Cândido de Abreu que terminou em assembleia na frente da Prefeitura e decidiram encerrar o movimento. O sentimento dominante era um misto de frustração e revolta. Conseguiram retardar, mas não impedir a aprovação do pacotaço de Rafael Greca de Macedo, um conjunto de medidas que, sob alegação de único capaz de recuperar as finanças da cidade, mexeu com direitos há muito estabelecidos.


6 comentários

  1. Maluco
    terça-feira, 27 de junho de 2017 – 17:11 hs

    Valeu, gente!! Pelo menos saímos com umas costelas doendo, uns narizes sangrando, uns olhos lacrimejando e uns ouvidos zumbindo… Mas valeu!! Ano que vem tem mais!!! Ou não!!!

  2. Shirlei Moraes de Souza
    terça-feira, 27 de junho de 2017 – 17:28 hs

    Deixa ver se eu entendi… Os servidores resolveram que a greve vai acabar… Mas ao invés de voltar ao trabalho amanhã, quarta-feira… Vão “descansar” quarta, quinta e sexta-feira, para só pegar de volta no batente na segunda-feira, dia 26…
    Enquanto isso, como ficam nossas crianças? Sem aulas, sem aprender nada…
    Se querem ser respeitados, deveriam voltar às aulas e ao trabalho amanhã!
    Onde vou deixar meus filhos nesses três dias sem aula?
    Ô cambadinha, tenha dó!

  3. ANTONIO
    terça-feira, 27 de junho de 2017 – 18:09 hs

    O cidadão Curitibano, pagador de imposto, consequentemente os que pagam os salários dos funcionários da Prefeitura, foram contra a greve e ficaram revoltados contra os mesmos.

  4. Laura Unni Moser
    terça-feira, 27 de junho de 2017 – 22:17 hs

    Bando de SEM VERGONHAS.
    Chega de sindicatos pelegos do PT.
    Chega de sindicatos ganhando o nosso dinheiro e trabalhando só pra eles.
    Lugar de professor é na sala de aula
    Esse no Brasil é um país livre, se não quiser dar aula saia e deixe a vaga para quem quer trabalhar.

  5. Denner Rogers
    quarta-feira, 28 de junho de 2017 – 9:16 hs

    Hoje é quarta, e esses “servidores” só retornaram ao trabalho na segunda ? E ainda querem ser respeitados. Bando de desocupados…

  6. henry
    quarta-feira, 28 de junho de 2017 – 11:47 hs

    kkkkkkkkkkkkkk A MAIOR PARTE DESTES ARRUACEIROS, NÃO PASSAM DE sindicalistas QUE GANHAM SEM TRABALHAR. TOMOU PAPUDO???

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*