Saia justa | Fábio Campana

Saia justa

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Romero Jucá apresentou um pedido para que o Conselho de Ética do Senado tenha acesso a todos os processos que envolvem senadores no STF. E cobrou agilidade nas investigações. “Existe lá na Procuradoria-Geral da República inquéritos com mais de 15 anos sobre parlamentares que não andam. E ficam dizendo que é culpa do foro privilegiado ou é culpa do Conselho de Ética. Não é”.
O fato pode causar uma saia justa ao constrangimentos ao procurador-geral da República e ao Supremo em caso de processos que tramitam há muito tempo, porque o requerimento foi feito ontem, dia da prisão do ex-ministro Henrique Eduardo Alves.
“Eu acho que qualquer um na democracia pode ser investigado. O mérito ou demérito não é ser investigado, é ser condenado. Agora, é preciso que as investigações esclareçam os fatos, e não conturbem ainda mais a vida política”.


2 comentários

  1. Juca
    quarta-feira, 7 de junho de 2017 – 13:24 hs

    O Se processo Romero Jucá vai andar mais depressa, não se preocupe. O Sr. foi pego com a boca na botija!

  2. Jotinha
    quarta-feira, 7 de junho de 2017 – 18:24 hs

    Apesar de tudo, tem fundamento o que falou.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*