Roupa suja se lava em casa? | Fábio Campana

Roupa suja se lava em casa?

Michel Temer, na Rússia, soltou elogios ao Congresso brasileiro. Em Brasília, os parlamentares esperam para analisar e decidir sobre a denúncia contra o presidente na Lava Jato.
“Eu fiz um governo semiparlamentarista, com 90% dos ministros oriundos do Parlamento”, discursou Temer. E para provar seu sucesso, citou a aprovação do teto de gastos públicos e a tramitação das reformas trabalhista e previdenciária.
Não dá para saber ao certo em qual vertente o presidente está agarrado em sua fala: deixar a roupa suja para nossas manchetes nacionais; fazer apelo sentimental ao Congresso; exibir um Brasil que nós, do lado de cá do mundo não conhecemos ou se só mantém o protocolo de demonstrar a agenda positiva, como fazem todos os governantes.


Um comentário

  1. Rafael de Lala
    terça-feira, 20 de junho de 2017 – 11:46 hs

    De parabens o Presidente Temer, ao respeitar a liturgia do cargo e projetar o “soft power” do Brasil – como país bem situado no cenario internacional, conquanto emergente.
    Sempre me preocupei com a postura anterior de presidentes que, em viagem ao exterior, acabavam “queimando” a oportunidade de apresentar o país de forma positiva, por se envolverem em respostas e entrevistas sobre questões internas – que teriam que deixar para trás: afinal – bem registra o articulista: “roupa suja é lavada em casa”.
    Rafael de Lala, jornalista, presidente da Associação Paranaense de Imprensa.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*