Rocha Loures preso em Brasília nesta manhã | Fábio Campana

Rocha Loures preso em Brasília nesta manhã

O advogado do ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, Cezar Bittencourt, informou à Folha na manhã deste sábado (3) que o ex-parlamentar foi preso em sua casa, em Brasília. A Polícia Federal confirma a prisão.

Bitencourt teria sido avisado nesta manhã sobre a prisão pela mulher de Loures. O advogado está em Porto Alegre, pegando avião para se dirigir à capital federal.

A defesa diz que está “indignada”, por entender que a Justiça sequer analisou os argumentos apresentados nesta sexta-feira (2) contra a detenção de Loures.

Nesta sexta, a defesa do ex-deputado afirmou ao ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, “quer a prisão [de Loures] apenas para forçar uma delação, como tem sido usual nos últimos tempos”.

“Desde o momento em que o deputado Osmar Serraglio não aceitou o Ministério da Cultura e optou por reassumir sua cadeira de deputado na Câmara, a grande mídia tem insistido que a qualquer momento o recorrido Rodrigo Rocha pode ser preso. E, invariavelmente, acrescentam que se ele não for preso provavelmente não irá delatar. Ou seja, a própria mídia já encorpou a filosofia adotada na Lava Jato de prender, para humilhar, fragilizar e apavorar os investigados para optarem pela delação”, afirma o advogado Cezar Bitencourt nos documentos que apresentou à corte para rebater o novo pedido de prisão feito por Janot.

Entre os argumentos apresentados, ele afirma que “não há uma conduta sequer” por parte do ex-deputado que recomende a prisão, já que a coleta de provas foi finalizada e Loures está “com sua família, recolhido e na mais estrita obediência à lei e ao Judiciário”, cumprindo as cautelares que lhe foram impostas”. Loures, diz ele, devolveu os R$ 500 mil que teria recebido da JBS numa mala e entregou o passaporte às autoridades.

O ex-deputado é investigado no STF em inquérito com o presidente Michel Temer no âmbito da delação da JBS.

Loures perdeu nesta semana o cargo de deputado federal após o retorno de Osmar Serraglio, exonerado do Ministério da Justiça, à Câmara.


5 comentários

  1. sábado, 3 de junho de 2017 – 9:19 hs

    Enquanto isso Batista nos EUA, quanto mais eu leio notícias dessa operação mais nojo e indignação eu tenho. Com todos os lados desta canalhice.

  2. Leka
    sábado, 3 de junho de 2017 – 10:48 hs

    PARABÉNS POLÍCIA FEDERAL !!
    Lugar de LADRÃO de dinheiro público é na CADEIA !!

  3. Miguel
    sábado, 3 de junho de 2017 – 11:01 hs

    tá demorando pra delatar.ou quer ficar mais conhecido que o bandido da Luz vermelha?

  4. Dude
    sábado, 3 de junho de 2017 – 11:51 hs

    Tadinho, tá humilhado, fragilizado e apavorado, assim como estão 200 milhões de brasileiros vítimas desses quadrilheiros.

  5. Macambúzio
    sábado, 3 de junho de 2017 – 13:52 hs

    – POR QUE TEMER ENTREGOU ROCHA LOURES ÀS HIENAS DO PT QUE HOJE COMANDAM A LAVA JATO? SERÁ QUE FOI SIMPLES BURRICE? ALGUÉM SABE A RESPOSTA?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*