René Dotti: 'Fachin errou' | Fábio Campana

René Dotti: ‘Fachin errou’

“O ministro Fachin não poderia ter aberto inquérito sem levar o caso ao plenário do STF. Outra inversão é o procurador (geral da República Rodrigo Janot) querer ouvir o presidente agora. O Código de Processo Penal prevê o interrogatório como último ato, depois de colhidas provas, ouvidas testemunhas. Fui um dos que lutou para que Fachin fosse aprovado no STF. Há manifestações minhas no Senado, estive na sabatina, conheço e admiro o ministro, mas ele errou. Trouxe atropelo e vantagens para delinquentes”.
(O jurista René Dotti, sobre a situação do presidente Michel Temer depois da delação de Joesley Batista)


5 comentários

  1. Sergio Silvestre
    domingo, 4 de junho de 2017 – 20:12 hs

    Esse”jurista”é aquele tipo de serventuário da justiça que fode com esse Pais,quer rolo,quer embromação,esse tetete juridico só serve para canalhas que com esse pensamento perpetuam roubando.

  2. Brazil
    domingo, 4 de junho de 2017 – 21:33 hs

    O Sergio Silvestre, sua opinião é tão relevante quanto o peido de uma tartaruga. Dr. Renê nem deverá dormir esta noite… Neste esgoto virtual, você é uma das pessoas que mais dejetos fecais mentais lança. Acho que um lugar perfeito para você seria a Venezuela. Mude-se prá lá.

  3. Sergio Silvestre
    domingo, 4 de junho de 2017 – 21:56 hs

    Pegue o velhote e o leve para dormir com você cara.

  4. Palpiteiro
    domingo, 4 de junho de 2017 – 23:16 hs

    Ninguém nega seu passado vermelho, suas raízes de apoio a movimentos bandoleiros. As vezes, é preciso entrar no Estado para derruí-lo de dentro.

  5. Laila
    segunda-feira, 5 de junho de 2017 – 1:19 hs

    Para essa gente o tecnicismo importa mais que a Justiça. Mantiveram o Brasil por séculos na corrupção e impunidade com sua enrolação cínica. Fariam melhor pedir desculpas e sumir ao invés de criticar quem quer moralizar o País.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*