'Quem nunca?' | Fábio Campana

‘Quem nunca?’

Um suplente de vereador de Campo Largo teve o diploma cassado e os direitos políticos suspensos por oito anos por abuso de poder econômico. Ele distribuiu gasolina durante a campanha eleitoral do ano passado.
A decisão, do Juízo da 9ª Zona Eleitoral, atende ação proposta pelo Ministério Público do Paraná, que não revelou o nome do político, mas que assegura que ele foi o terceiro mais votado do município e atualmente é o primeiro suplente da sua legenda.
O relato do MP na ação dá conta de que foi verificado que o suplente e um cabo eleitoral acertaram com um posto da cidade a distribuição gratuita de combustível a todas as pessoas que adesivassem o veículo com o número do então candidato. Foi realizada busca e apreensão no posto e na casa do cabo eleitoral e encontradas provas que confirmavam a prática ilícita de abuso do poder econômico.
Na Câmara de Campo Largo, a frase é uma só, mas dita aos sussurros: “Quem nunca?”.


3 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    quarta-feira, 21 de junho de 2017 – 17:41 hs

    Fernandinho Schiavon, do PSC. Tá lá na coluna do Tupan, no Bem Paraná.
    Vixi…que transfiram esse Juiz para o STE e se esvaziarão câmaras, assembleias e o congresso todo. Eleição presidencial será convocada amanhã. Não fica um, meu irmão.
    Fosse Fernandinho, entraria com recurso. Precedentes? Milhares…

  2. Maquiavel
    quarta-feira, 21 de junho de 2017 – 18:20 hs

    Quem nunca… basta olhar a prestação de contas do Greca… milhares de cheques nominais suspeitos.

    Contrataram empresas de Foz do Iguaçu, Porto Alegre e Uberlândia…272,00 reais cada.

  3. PIMENTA PURA
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 6:04 hs

    Se o TSE fosse sério já não existiria mais partido político no Brasil.
    Teríamos candidatos eventuais oriundos da turma 1,2,3…98…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*