Projeto sobre venda de bebidas em estádios é retirado de pauta | Fábio Campana

Projeto sobre venda de bebidas em estádios é retirado de pauta

Informa a Alep que o projeto de lei que regulamenta a venda e o consumo de cerveja e chope nas arenas desportivas e estádios do Paraná foi retirado da pauta da sessão plenária de ontem, a requerimento dos autores. De acordo com o líder do Governo na Casa e um dos subscritores da proposta, deputado Luiz Claudio Romanelli, o texto não foi apreciado porque parte dos autores não estava presente na sessão, por motivos de viagem e compromissos políticos. “Por se tratar de um projeto polêmico, preferimos optar pela sua retirada. Achamos que é melhor que a matéria seja votada com a presença de todos os deputados e deputadas, e com todas as condições para deliberação, seja para ser aprovado ou rejeitado”, afirmou Romanelli.
A proposta tem como base o “Estatuto do Torcedor” (Lei Federal nº 10.671/2003). A justificativa do projeto de lei paranaense é de que a venda e consumo não está proibida pela lei federal, que apenas faz menção ao “porte de objetos, bebidas ou substâncias proibidas ou suscetíveis de gerar ou possibilitar atos de violência”. O projeto ainda argumenta, por exemplo, que a experiência da Copa do Mundo FIFA 2014 promoveu eventos com cerveja liberada e nem por isso teria sido registrado qualquer aumento nos índices de violência nos estádios.


3 comentários

  1. terça-feira, 13 de junho de 2017 – 10:48 hs

    “Retrocesso. Um passo de volta ao passado. Foi amplamente comprovado por estudos científicos que bebidas em estádios e locais com grande fluxo de pessoas é um potencializador para a violência, para tragédias. O que esses senhores querem? A serviço de quem estão? Do povo com certeza não é! Muito suspeito quererem isso agora. Muito suspeito!…” – Profº Celso Bonfim

  2. Juca
    terça-feira, 13 de junho de 2017 – 11:41 hs

    Esses deputados estão ganhando um dinheirão das cervejeiras. Não dá para comparar os pagantes da copa do mundo com essa caterva reba dos que se dizem torcedores, que só sabem brigar e quebrar ônibus. Está muito bom sem bebida nos estádios. Afinal, quem vai ao estádio é para ver futebol ou beber?

  3. Daniel Fernandes
    terça-feira, 13 de junho de 2017 – 12:13 hs

    Ótimo.
    Oxalá não entre mais na pauta,ou seja rejeitado quando da votação.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*