Podemos cresce | Fábio Campana

Podemos cresce

Do Radar On-Line, da Veja:
O deputado federal Silas Freire (PR-PI) acertou hoje a sua ida para o Podemos, novo nome do antigo Partido Trabalhista Nacional (PTN). Com essa nova filiação, a legenda passa a contar com 14 representantes na Câmara dos Deputados.
Depois da chegada do senador Álvaro Dias (PV-PR) – que se filiou ao partido com a promessa de que poderá ser lançado candidato à Presidência em 2018 – a expectativa é de que o número de filiados vai aumentar. Entre os políticos que estariam negociando a troca de legenda, o governador de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB), o ex-prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, e o deputado federal Cabo Sabino (PR-CE).
Outro que estaria aderindo ao Podemos é o senador Romário (PSB-RJ) que, de acordo com a lideranças da bancada, poderá ser candidato ao governo do Estado do Rio de Janeiro em outubro.


7 comentários

  1. Macambúzio
    quarta-feira, 21 de junho de 2017 – 22:30 hs

    E o Osmar vai ficar no PDT para levar uma coça do Ratinho Júnior? Quem vai querer votar num cara de um partideco que SE VENDEU PARA O PT POR MÍSEROS 4 MILHÕES? Ora, seu Osmar, não nos tome por idiotas!!!

  2. Diego
    quarta-feira, 21 de junho de 2017 – 23:58 hs

    Vejamos: Podemos que é igual a “Yes we can” que é igual a Barack Obama que é do partido democrata que é a principal referência do Fabianismo do mundo cujos membros são socialistas.
    Resumo, mais um partido de esquerda neste país.
    Já deu!

  3. FUI !!!
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 5:57 hs

    Já começou a dança das cadeiras. Nomes diferentes, bandeiras
    com as cores trocadas, porem com o mesmo recheio. É como se
    trocássemos o pão mas o recheio continuasse sendo mortadelas…

  4. Roberto Cardoso
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 8:19 hs

    partido “fodemos” com o povo brasileiro. Parem de criar partidos, seus oportunistas! Pensem no povo e não em vocês!!. Pra mim o ideal é ter tres partidos: de esquerda, de centro e de direita. Só isso e já basta. Também ter apenas e no máximo 300 deputados e 30 senadores. Cortar todas as “benesses” desses vagabundos e pagar apenas o salário de 35 mil por mes. Só isso e nada mais. Ai eu queria ver se essa “merda” não fica boa. E tem mais: no máximo dois mandatos.

  5. Maquiavel
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 9:21 hs

    O podemos de Curitiba é presidido pelo Bobato, que apóia o Greca. Se o Fruet for pra lá, será presidente e terá de chutar o Bobato…

    Se o Celso deixar o Fruet ir…

  6. Marco Nascimento
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 10:07 hs

    O Fruet tem que ficar aonde está, no ostracismo

    Ele que fique no Velho PDT de Guerra e mantenha a luta socialista ao lado dos Brizolistas

  7. QUESTIONADOR
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 10:10 hs

    -Este partido Podemos não é aquele partido nanico do PTN?
    -Se o partido mudou de nome é apenas para confundir os eleitores, são os mesmos nomes que causam nojo à população…os políticos ainda não aprenderam a lição!!! A população brasileira em sua maioria repudia quase a totalidade dos políticos e pior ainda para seus partidos, que na opiniao público é um conluio com o propósito para a corrupção, os conchavos, as mentiras e as negociatas…..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*