Planalto busca acelerar votação das reformas | Fábio Campana

Planalto busca acelerar votação das reformas

O Globo

Em meio ao caos na política, o Congresso decidiu blindar a economia acelerando a votação de propostas que mostrem ao mercado que o país não está paralisado. O processo é capitaneado pelos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), mas tem a mão do presidente Michel Temer. Embora enfraquecido, ele decidiu lutar até o fim para se manter no cargo.

Com a experiência de quem foi presidente da Câmara por três vezes e conhece bem os parlamentares, em especial o baixo clero, Temer decidiu submergir para não “contaminar” o andamento das medidas, cedendo protagonismo aos aliados e ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, na articulação e na comunicação. O presidente também tem feito concessões que permitam a aprovação das propostas e trabalha em um pacote de medidas microeconômicas para serem anunciadas o mais rapidamente possível.

O Palácio do Planalto já atendeu, por exemplo, a exigências dos parlamentares nas regras do novo Refis e na reforma da Previdência, principal base de sustentação do ajuste fiscal e da política econômica. Além disso, liberou parte do Orçamento para emendas parlamentares.

Temer tem recebido diariamente uma dezena de parlamentares e montou um QG com os deputados Beto Mansur (PRB-SP), Darcísio Perondi (PMDB-RS) e Carlos Marun (PMDB-MS). Em troca, conseguiu avanços na reforma trabalhista.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*