PGR denuncia Aécio por corrupção passiva e obstrução de Justiça | Fábio Campana

PGR denuncia Aécio por corrupção passiva e obstrução de Justiça

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou nesta sexta-feira o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) por corrupção passiva e obstrução de justiça. Ele é acusado de ter recebido propina de R$ 2 milhões do frigorífico JBS e de ter tentado atrapalhar as investigações da Operação Lava-Jato. Caso o Supremo Tribunal Federal (STF) aceite a denúncia, ele se tornará réu. As informações são d’O Globo.

Janot pediu também que Aécio e Andrea Neves sejam condenados a pagar R$ 6 milhões, dos quais R$ 2 milhões são o valor da propina. Os outros R$ 4 milhões dizem respeito a danos morais, uma vez que houve “lesões à ordem econômica, à administração da justiça e à administração pública, inclusive à respeitabilidade do parlamento perante a sociedade brasileira”. Além disso, confirmada a condenação, o procurador-geral solicita que seja decretada a perda do cargo de senador.

A denúncia foi feita com base nas investigações da Operação Patmos, desdobramento da Lava-Jato. Uma das provas do inquérito é uma gravação feita pelo dono da JBS, Joesley Batista, sem o conhecimento do senador.


2 comentários

  1. Juca
    sábado, 3 de junho de 2017 – 8:27 hs

    Bem feito para o Asnécio…

  2. Durvalino Seixas
    sábado, 3 de junho de 2017 – 14:56 hs

    Esse logo vai pra cadeia. E o amigo dele aqui do Paraná, o B. Richa, vai quando?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*