Pesquisa entre parlamentares | Fábio Campana

Pesquisa entre parlamentares

O instituto Datafolha foi conversar com parlamentares (275 deputados e 36 senadores) para saber qual é a temperatura em Brasília sobre a saída de Temer.
Parece que os políticos não acompanham o que a população pensa – segundo o que divulgou o Paraná Pesquisas, 82,3% querem que o presidente renuncie.
47% dos parlamentares acham que Temer deveria sair, 40% acreditam que ele deva ficar.
Dos que preferem a saída de Michel Temer 36% defendem renúncia, 34% querem cassação no TSE e 6% apostam em impeachment.
E quem fica no lugar? Apesar de 61% não citarem espontaneamente um nome e 15% fazer parte daquela turma de que é melhor não falar sobre o assunto, alguns nomes surgiram: o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ficou com 9% dos votos espontâneos; o ex-ministro Nelson Jobim e os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva foram citados por 2% cada.
Quando o Datafolha deu opções de nomes, o jogo ficou assim: Rodrigo Maia com 13%; Nelson Jobim 7%; FHC, Geraldo Alckmin e Álvaro Dias – cada um com 5%. Tasso Jereissati tem 4%.


2 comentários

  1. JÁ ERA...
    segunda-feira, 5 de junho de 2017 – 7:02 hs

    Pesquisa entre parlamentares !? Qual a importancia no quadro
    atual !? Os políticos vão navegar de acordo com os interesses deles
    e fim de papo. Não percam tempo…

  2. JOHAN
    segunda-feira, 5 de junho de 2017 – 9:13 hs

    Caro FÁBIO, consultar o congresso sabendo que 3/4 dos parlamentares estão envolvidos e citados nos processos de CORRUPÇÃO, é a mesma coisa que consultar os membros da quadrilha dos 40 ladrões para saber quem eles desejam que seja o chefe. Essa é uma história da carochinha, para iludidos. Atenciosamente.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*