O PPS vai à feira | Fábio Campana

O PPS vai à feira


Ora, pois, estava demorando. O PPS decidiu, afinal, entrar naquilo que os políticos chamam de “processo negocial” em sua linguagem eufêmica. Lançou os prefeitos de Guarapuava e de Ponta Grossa para o governo. Seria a maneira de abrir conversações. Mas Cesar Silvestri Filho e Marcelo Rangel são considerados candidatos fracativos que não assustam nem os Ratinhos nem os Dias. Diante da indiferença geral, o PPS resolveu por seu principal trunfo em jogo, o deputado federal Rubens Bueno, que candidata-se mais uma vez a governador. Para negociar uma vice, ou uma vaga do Senado, talvez. Resta ver se ele será levado em conta, pois nas pesquisas de opinião seu cacife vale pouco, muito menos que em outras feiras de ocasião. Agora, coloca na mesa sua influência em Itaipu, onde pretende controlar verbas de comunicação.


4 comentários

  1. Geraldo
    quinta-feira, 29 de junho de 2017 – 12:06 hs

    Esse “limpinho” fracassado não desiste…!!!

  2. quinta-feira, 29 de junho de 2017 – 13:19 hs

    Tá feio para o Limpinho os caras já pegaram o seu jeito vergonhoso de fazer politica e não querem barganhar dessa vez.

  3. rmaicon
    quinta-feira, 29 de junho de 2017 – 22:17 hs

    Me espanta chamar de “fracativo” os prefeitos de duas grandes cidades do interior do estado. O prefeito de Guarapuava, tem indice de aprovaçao de quase 80% e vem revolucionando a cidade. Reeleito com votacao historica. Ponta Grossa continua sendo um oasis na atracao de investimentos. ja sao testados na administracao e representam uma novidade na politica paranaense. e o Sr Carlos Massa? e o Sr Osmar?

  4. sexta-feira, 30 de junho de 2017 – 12:33 hs

    Depois do projeto do farol aceso para fomentar a indústria da multa. Ele está no negativo

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*