Ney propõe delegacias para proteger idosos e pessoas com deficiência | Fábio Campana

Ney propõe delegacias para proteger idosos e pessoas com deficiência

O deputado Ney Leprevost protocolou na Assembleia Legislativa projeto de lei para regulamentar núcleos e delegacias especializadas no atendimento aos idosos e pessoas com deficiência no Paraná.

De acordo com o texto, os núcleos e delegacias especializadas serão centros de atendimento policial, voltados à proteção dos direitos e garantias dos idosos e pessoas com deficiência, onde serão realizados: registros de ocorrências; investigações de crimes; abertura de inquéritos para apurar denúncias e ouvir testemunhas; pedidos de medidas protetivas contra agressores de pessoas idosas ou deficientes; encaminhamento aos órgãos de assistência social quando necessário; além de outras ações de competência policial que se fizerem necessárias.

Segundo o deputado Ney Leprevost “o projeto busca além de assegurar os direitos fundamentais dos idosos e das pessoas com deficiência, criar diretrizes gerais para a implementação de núcleos e delegacias especializadas no atendimento dos mesmos”. Um estudo realizado pelo IBGE apontou que a quantidade de brasileiros com 60 anos ou mais cresceu 55% entre 2001 e 2011. O que significa que a terceira idade passou de 15,5 milhões para 23,5 milhões de pessoas em dez anos.


8 comentários

  1. Luiz Artur Gapski Pereira
    sexta-feira, 30 de junho de 2017 – 10:35 hs

    Curitiba perdeu a grande oportunidade de ter este homem no comando da cidade, seria com certeza mais humanizada.

  2. Edson Luiz
    sexta-feira, 30 de junho de 2017 – 11:33 hs

    A polícia civil do Paraná não consegue atender nem os casos que hoje são registrados, e que nem chega a ser o total real das ocorrências, e ainda querem dar a impressão de que terá mais delegacias e núcleos especializados, isso só pode ser brincadeira, ou melhor, balela de deputado que quer mais uma vez se reeleger. Talvez o prédio até surja mesmo, afinal o governo adora uma obra (entendidos entenderão), mas o capital humano, tão escasso na valorosa Polícia Civil, não será reajustado/aumentado. Idosos e pessoas com deficiência, por favor, não caiam nessa falácia. O governador Beto Richa não liga para a PCPR. Fato.

  3. Marco Nascimento
    sexta-feira, 30 de junho de 2017 – 14:04 hs

    Pra que dividir a polícia ?

  4. eleitor desmemoriado
    sexta-feira, 30 de junho de 2017 – 19:52 hs

    Amo demagogia barata e demagogos baratos como o amigo Ney, depois que o cara não conseguiu virar prefeito parece que se afundou propondo coisas cada vez mais imbecis. O demagogo Ney sabe que tal proposta é inviável, ele sabe que existem até hoje municípios sem delegado e quer delegacia para atender idosos, tenha dó Ney, pare de faze tanta demagogia barata. Vê se cresce Ney, ainda dá tempo.

  5. JUAN FURTADO DE LACERDA
    quarta-feira, 20 de dezembro de 2017 – 12:04 hs

    Sou do Conselho dos Direitos da Pessoa Idosa de Araucária, venho lutando a anos para que isto aconteça no Paraná, em São Paulo tem mais de 25 delegacia no Estado, Paraná Zero. Sou também do Sindicato Nacional dos Aposentado da Força Sindical. Conte comigo para realizar este velho Sonho. Grato e Feliz Natal

  6. JUAN FURTADO DE LACERDA
    quarta-feira, 20 de dezembro de 2017 – 12:07 hs

    Poderia usar a estrutura da Delegacia da Mulher, em Araucária temos Uma, abraço

  7. JUAN FURTADO DE LACERDA
    sábado, 23 de dezembro de 2017 – 12:01 hs

    É Lastimável o preconceito contra a PESSOA IDOSA, não tem conhecimento de causa e vem falar BALELA nas redes sócias, vai vomitar teu preconceito em outro lugar ANALFABETO POLÍTICO,,,,

  8. JUAN FURTADO DE LACERDA
    sábado, 23 de dezembro de 2017 – 12:06 hs

    Não é necessário dividir a policia, é só usar a estrutura da Delegacia da Mulher que já existe, em Araucária temos uma bem instalada, Viuuu ?????? LACERDA.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*