Greca, de herói a algoz dos professores | Fábio Campana

Greca, de herói a algoz dos professores

Rafael Greca gosta de exibir um vídeo em que aparece como salvador da pátria, protetor dos professores contra a brutalidade da polícia que reprimia o movimento no Centro Cívico nos anos 80 do século passado. Com pose de herói, aos gritos de “abram esse portão, sou deputado, é uma ordem, vamos proteger na Casa do Povo os professores agredidos pela polícia”.

Hoje, os professores e demais servidores do município de Curitiba não viram o prefeito Greca no pedaço para protegê-los da violência da polícia. Desta vez, Greca passa de mocinho a bandido, de protetor a agressor, sai do lado dos professores e passa para o lado da polícia. Hoje, na Câmara, repetiram-se as cenas e Greca, em vez de parar a polícia, mandou dobrar a dose em cima dos servidores para aprovar seu pacotaço na marra. Greca não estava lá.


12 comentários

  1. Andreia Patricia
    terça-feira, 20 de junho de 2017 – 13:05 hs

    Os funcionários municipais votaram no Greca e já foram traídos, imaginem o que vem por aí nos 4 anos …!

  2. Luiz Eduardo
    terça-feira, 20 de junho de 2017 – 13:44 hs

    É ponto chave cumprir os direito dos servidores públicos. Este sempre cumpriram com suas obrigações e deveres. Evidentemente que tem também direitos. Tornou-se prioritário para os governantes massacrar os servidores em qualquer crise que aparece, como se fossem eles os culpados e isto tem que parar. As administrações desastrosas e incompetente daqueles que governam e vão embora nunca é levada em consideração. Expliquem porque contratar tantos comissionados? Gastos com mordomias aos postos mais elevados? A não cobrança administrativa ou judicial dos governantes que deixam furos de caixa? Para que serve o TCE, apadrinhados dos governantes? Governantes são temporários, passageiros, fazem o mal, causam prejuízos e vão embora. Tem que reagir contra os inescrupulosos: richa, greca, temer.

  3. Anônimo
    terça-feira, 20 de junho de 2017 – 14:06 hs

    sao os mesmos funcionarios que votaram nele (greca) igual os mesmos professores que votaram no richa levaram na orelha.

  4. Alberto Marques
    terça-feira, 20 de junho de 2017 – 14:07 hs

    Greca não estava lá, e o tal Secretário Baracho, o da saúde? Por onde anda, dizem que há tempos desapareceu! O quê houve com ele?

  5. Abre o Portao da Camara Greca
    terça-feira, 20 de junho de 2017 – 14:13 hs

    https://www.youtube.com/watch?v=W98ztBU8vKw

  6. Marcos Pereira
    terça-feira, 20 de junho de 2017 – 14:40 hs

    O tempo tudo cura. É o senhor da razão!

  7. Ernesto Ramos Batista
    terça-feira, 20 de junho de 2017 – 14:42 hs

    Se é ruim para os funcionários públicos municipais, então os vereadores podem aprovar porque é bom para o povo.

  8. terça-feira, 20 de junho de 2017 – 15:31 hs

    Essa é mais uma gestão que para suprir sua necessidades e mordomias vai tirar dos funcionários o que eles mau conquistaram com seu trabalho e competência. Toda gestão tira , rouba e vai embora feliz da vida, serviços sucateados e vendas de programas para empresas terceirizadas tal qual foi feito na SMELJ

  9. Najla
    terça-feira, 20 de junho de 2017 – 15:51 hs

    “então os vereadores podem aprovar porque é bom para o povo” Esquecem que quem atende esse povo, são os servidores públicos, são esses que estão nas escolas, cmeis, unidades de saúde, ruas da cidadania e dezenas de outros equipamentos públicos. Os vereadores? Bem…esses ganham bem o suficiente para não depender do serviço público!

  10. terça-feira, 20 de junho de 2017 – 15:57 hs

    Greca foi seduzido pelo lado negro da força, só falta o Beto Richa Vader revelar no final que é o seu pai kkkkkkk

  11. lino
    terça-feira, 20 de junho de 2017 – 20:53 hs

    Os funcionários públicos e um pouco mais da metade da população, elegeram Greca, em detrimento de Fruet, que tentou fazer uma gestão austera, sem alarde. Não fez nada, é verdade, mas não iludiu ninguém. Mas os curitibanos, a maioria, elegeram um bufão, um boca grande, fanfarão. Pois, então, agora, “quem pariu Matheus, que o embale”. Que se ferrem todos os que, incautamente, se iludiram com Greca, um sujeito oportunista, que traiu Lerner, se bandeou (junto com a sua Margarita) para os lados de Requião. Largou Requião quando este já não tinha maior o poder, já que terminados os seus dois mandatos seguidos como governador. E agora, oportunista como sempre, Rafael Valdomiro Greca de Macedo, bandeou-se para o lado de Richa que, com um monte de dinheiro na última campanha eleitoral, elegeu o referenciado prefeito de Curitiba. Pobre Curitiba, agora uma terra de enganadores, bajuladores, falsários, oportunistas, desleais…

  12. Mirthes
    terça-feira, 20 de junho de 2017 – 21:02 hs

    Uma ocasião, em outra gestão, há mais de dez anos, fui visitar uma colega lá na prefeitura. Era de manhã, conversamos, tomamos um cafezinho e falei para ela que uma outra hora qualquer voltaria ali para revê-la. Ela me disse o seguinte: “Mas venha apenas de manhã, por que à tarde a minha mesa é ocupada por outro funcionário. O número de comissionados é tão grande, que não cabe todo mundo aqui ao mesmo tempo. Uma parte vem de manhã e a outra à tarde.” A população trabalha e paga imposto para sustentar um bando de inúteis, os comissionados com indicação para acomodação política. Talvez uns poucos comissionados, como exceção, trabalhem e mereçam o emprego e a justa remuneração.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*