Curitiba e região amanhecem com protesto em dia de greve geral | Fábio Campana

Curitiba e região amanhecem com protesto em dia de greve geral

do Bem Paraná

Curitiba e região amanheceram com protestos nesta sexta-feira (30) de greve geral. Os protestos são contra as reformas previdenciária e trabalhista, propostas pelo Governo Federal. Em Curitiba, aderiram à paralisação os bancários, servidores de escolas estudais, servidores municipais, professores municipais, servidores da Universidade Federal do Paraná, garis, e funcionários dos Correios. Os motoristas e cobradores da Grande Curitiba não aderiram à paralisação e os ônibus circulam normalmente, pelo menos até ás 8 horas. Os metalúrgicos fazem manifestações durante todo o dia, mas não param totalmente.

Dezenas de trabalhadores se reuniram em frente à Bosch, no bairro Cidade Industrial (CIC). Neste horário, também havia manifestação em frente à Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, e na Renault, em São José dos Pinhais.

A adesão à greve desta sexta está bem menor que última realizada, porque muitos trabalhadores tiveram descontos e não quiseram aderir desta vez.

De acordo com o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, as refomas propostas pelo governo federal trazem riscos trabalhadores e para o país. “Não vai ter geração de emprego, vai ter bico institucionalizado. Vai ser o fim do emprego formal, que garante direitos conquistados, como férias e décimo terceiro salário”, diz Freitas. Na última quarta-feira (28), houve aprovação do parecer favorável à reforma trabalhista na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

O secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna, diz que a ideia do movimento é tentar pressionar o Congresso Nacional para ampliar a negociação sobre as reformas. “As paralisações e manifestações são os instrumentos que estamos usando para pressionar e ter uma negociação mais séria em Brasília que não leve a um prejuízo aos trabalhadores”, diz.

O governo federal argumenta que as reformas são necessárias para garantir o pagamento das aposentadorias no futuro e a geração de postos de trabalho, no momento em que o país vive uma crise econômica. O argumento é que, sem a aprovação da reforma da Previdência, a dívida pública brasileira entre em “rota insustentável” e pode “quebrar” o país”, como disse o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira. Sobre a reforma trabalhista, o governo afirma que a proposta moderniza a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), de 1943. E que as novas regras, como a que define que o acordo firmado entre patrão e empregado terá mais força que a lei, estimulará mais contratações.

Programação em todo o Estado

– Curitiba: a CUT, demais centrais e movimentos sociais promoverão atividades durante todo o dia com suas bases, com uma grande concentração na Boca Maldita, às 12h.

– Araucária – 8h30 em frente à Prefeitura

– Cascavel – 8h30 na Unioeste (palestra) / 10h ato público no Núcleo Regional de Educação

– Foz do Iguaçu – 8h no Bosque Guarani

– Guarapuava – 8h30 na Praça 9 de Dezembro

– Londrina – 9h no Calçadão

– Maringá – 9h em frente ao INSS

– Paranavaí – 9h em frente à Prefeitura

– Ponta Grossa – 8h30 na Praça Barão de Guaraúna


6 comentários

  1. CAÇADOR DE VERMES
    sexta-feira, 30 de junho de 2017 – 8:36 hs

    Se fizermos um apanhado geral, poderemos verificar que 90% os componentes desta “greve”, pertencem ao MST, convocados pelos Sindicatos a pedido de Lula da Silva. Ora, eu estou aqui trabalhando normalmente pois somente com trabalho é que vou conseguir proporcionar uma vida digna a minha família. Esses vermes não trabalham, vivem as custas dos Sindicatos que os trata á pão e mortadela mas isso vai acabar com o fim da contribuição sindical. Bando de arruaceiros, desocupados e vagabundos que interrompem as vias públicas ateando fogo em pneus, prejudicando que trabalha e o comércio. Tem que descer a borracha nesses vagabundos, sem dó.

  2. Daniel
    sexta-feira, 30 de junho de 2017 – 9:30 hs

    sempre os mesmos vagabundos….sem mais…

  3. SHOGUN
    sexta-feira, 30 de junho de 2017 – 10:31 hs

    O famoso fundo previdenciário assim como o fundo que o gover-
    no destina aos Sindicatos são na verdade um grande filão para as
    badernas continuarem. Épocas atrás, o então governador da Bahia
    destinou em uma só tacada R$ 250.000,00 para os acampamentos
    do sem terra que ameaçavam ocupar tudo que viessem pela frente.
    Se os governantes pensam igual a estes crápulas o país já não
    levanta mais. A solução é mandar chumbo em todos que perturba-
    rem a ordem pública. Aqui em Curitiba não é diferente. Os caras do
    MTST bloqueiam a Rua Dr. Faivre pelo tempo que querem reinvidi-
    cando terra !? Pois bem, trator encima dos caras e camburão para
    os delinquentes !!!

  4. Do Interior....
    sexta-feira, 30 de junho de 2017 – 11:05 hs

    Parece que não mas o Paraná está infestado de petistas porque aqui a greve foi maior que outros estados. Nem São Paulo, berço dos petistas teve adesão tão grande. Lá, o pessoal já descobriu que o LuLLa e o PT são mentirosos, enquanto aqui….

    Aqui, a adesão foi maior por um único motivo: a APP-Sindicato-PT. Vê-se que os professores entraram na enganação vermelha. E pior que estão ensinando isso aos alunos.

    Aqui o PT manda nas universidades e escolas. Fez o trabalho de casa certinho e angariou as mentes que deveriam ser inteligentes, a dos professores. Mas a cegueira e o ódio está estampada nos professores. É só ver as publicações da APP e nas mídias sociais dos professores do Paraná. Uma lástima.

    O ódio é tão grande que se perguntares a um professor de qualquer coisa sobre a oposição é capaz de brigarem. Estão cegos e surdos às verdades.

    As mentes dos professores pregam as mentes abertas aos alunos, são as mesmas que não abrem as mentes para as verdades sobre a esquerda e sobre as mentiras contadas pelo PT e seus satélites. Pobres professores!

  5. CAÇADOR DE VERMES
    sexta-feira, 30 de junho de 2017 – 13:09 hs

    Os professores que estão ai com a missão de ensinar aos nossos filhos, envergonham com suas atitudes e se infiltram junto a esta massa de vagabundos do PT – MST liderados pelo maior ladrão, preguiçoso e mentiroso, Sr Lula da Silva. Professores, acordem para este câncer. O sistema de governo que este verme quer implantar no Brasil, nenhum pais quer porque nunca funcionou, puro populismo. Muito me admiro pessoas intelectuais, cultos apoiando este LIXO de movimento formado por quadrilheiros, desocupados e vagabundos. Ou vocês mudam este jeito ridículo de ser e de pensar ou começaremos a explicar aos nossos filhos que tipo de pessoas são vocês e que tipo de verme vocês apoiam.

  6. HORA DA VERDADE
    sexta-feira, 30 de junho de 2017 – 13:16 hs

    Estes escorias estão se extinguindo. Cada dia que passa é menor o numero de ingênuos que os seguem. Eles acompanham a queda dos juros, da inflação, do desemprego e chegara um momento que nem policia mais vai precisar se mobilizar, porque a própria população vai se encarregar de dar corrigendas na base da porrada mesmo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*