'Bessias' volta ao governo | Fábio Campana

‘Bessias’ volta ao governo

Estadão

Um dos coadjuvantes mais conhecidos da recente história política está de volta. O mensageiro do termo de posse do quase ministro Luiz Inácio Lula da Silva, Jorge Rodrigo Araújo Messias, foi nomeado representante do governo federal em empresas estatais. Personagem que ficou conhecido como “Bessias”, ele trabalha na Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e, a pedido da pasta, agiu recentemente para impedir que a Casa da Moeda adequasse o estatuto à nova Lei das Estatais.

O advogado ficou famoso por acaso em 16 de março do ano passado. Em meio ao avanço da Lava Jato, que chegava mais perto de Lula, Dilma ligou para o ex-presidente e informou que mandaria um termo de posse para nomeá-lo como ministro da Casa Civil. O papel, sugeriu, deveria ser usado “em caso de necessidade”. Horas depois, a conversa foi divulgada pelo juiz Sérgio Moro em um episódio polêmico e que gerou forte reação popular. Messias surge no episódio graças à gripe de Dilma. Com a congestão nasal da presidente, “Bessias” era o responsável por levar o documento.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*