As visitas de Cunha | Fábio Campana

As visitas de Cunha

Foto Lula Marques/Agência PT

Como anda a vida de Eduardo Cunha na cadeia? Ele trabalha 44 horas semanais, cuida de reparos na estrutura de uma das galerias da prisão, que além de ajudar passar o tempo do presente, auxilia no tempo futuro: a cada três dias trabalhados é um a menos na cadeia. Também se dedica a um programa de leitura, que pode influenciar no desconto de dias para a liberdade.

Visitas? Sim, ele as recebe. De janeiro até 23 de maio deste ano, 71 visitas, 36 pessoas diferentes, 29 como advogados.
Entre os visitantes, estão a advogada Luciana T. P. Rezende Henriques, mulher de João Augusto Henriques Rezende (que está preso), apontado pela Lava Jato como o operador que depositou propina a Cunha em contas na Suíça – foi por conta dessa propina, que Cunha foi condenado a 15 anos e quatro meses de prisão. E o pastor Davi Secundo de Souza, da Assembleia de Deus Ministério de Madureira – a igreja foi citada na Lava Jato como indicada para fazer recebimento da propina para o PMDB.

Isso é um tanto estranho, não?

As informações estão disponíveis por causa da Lei de Acesso à Informação e foram obtidas pelo Jornal Folha de S. Paulo.

A defesa de Cunha se pronunciou assim a respeito:

“Acho absurdo, criminoso, o vazamento dos advogados que visitam Eduardo Cunha. Espanta a Ordem dos Advogados do Brasil não tomar qualquer tipo de providência, isso é um estupro a prerrogativa de qualquer advogado. A Luciana está lá todo os dias para estar com o João Henriques (apontado como lobista do PMDB). O que mais me espanta nesse acontecido é o que menos se divulga, a violação dessa prerrogativa do preso e do advogado, e o silencio da OAB que já deveria ter se manifestado na mesma velocidade que se manifestou sobre o impeachment. É prerrogativa de qualquer advogado com ou sem procuração ter contato com uma parte do processo. A Luciana toda vez que a gente vai lá, ela está lá com João. Pode ser um equívoco (a inclusão do nome da mulher do lobista na lista de visitantes de Eduardo Cunha).”


2 comentários

  1. VISIONÁRIO
    segunda-feira, 5 de junho de 2017 – 6:26 hs

    Se esta foto está atualizada e o Cunha ainda anda de terno e gra-
    vata dentro da prisão, ou o cara enlouqueceu de fato ou ainda não
    se deu conta de que os uniformes da prisão ficam mais confortáveis.
    Relaxe Cunha… ainda falta muito tempo e as suas gravatas não
    metem mais medo em ninguem.

  2. Dude
    segunda-feira, 5 de junho de 2017 – 8:47 hs

    É atualizada sim. Fora esse aí atrás tem um painel do Michelangelo na parede do refeitório do presídio.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*