As mulheres e a Cracolândia | Fábio Campana

As mulheres
e a Cracolândia

Deixando de lado as polêmicas sobre as decisões do governo Dória a respeito das ações que têm tomado na Cracolândia, há alguns números que são incrivelmente assustadores.

A Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo divulgou uma pesquisa que aponta o crescimento galopante das mulheres na Cracolândia.

No ano passado, 119 usuárias teriam circulado diariamente pela região, neste ano a estimativa é de 642 mulheres.

A pesquisa mostrou também que mais da metade das mulheres que engravidaram nunca quiseram fazer exame pré-natal. Todos os filhos das dependentes químicas da região nasceram abaixo do peso, e 67% nasceram prematuros.

No momento da entrevista, 14,3% das mulheres estavam grávidas e 21% já declararam que já tinham praticado aborto.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*