Aécio sobre decisão de Fachin: 'total respeito e reverência' | Fábio Campana

Aécio sobre decisão de Fachin: ‘total respeito e reverência’

O Globo

A defesa do senador Aécio Neves (PMDB-MG) informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que cumpre a decisão do ministro Edson Fachin, que o afastou das funções parlamentares, com “total respeito e reverência”. Ele garantiu que, não pisou mais no plenário ou em qualquer comissão do Senado desde 18 de maio, quando foi tomada a decisão. Segundo a defesa, “a Mesa Diretora do Senado Federal atesta o absoluto rigor com que vem sendo cumprida a decisão do eminente ministro Edson Fachin”.

Em nota, o Senado informou que não descumpriu a decisão de Fachin e que comunicou a Aécio seu afastamento por meio de ofício. Ressaltou, porém, que não há previsão legal para afastamento de senador.

“Nem a Constituição Federal nem o Regimento da Casa preveem a figura do ‘afastamento do mandato de senador’ por decisão judicial”, afirmou o Senado, acrescentando que aguarda com “serenidade” informações de como proceder.

À tarde, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), se reuniu com a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, para tratar da transposição do Rio São Francisco. Ao fim do encontro, garantiu a Cármen que Aécio estava cumprindo a decisão de Fachin e não estava frequentando o Senado. Eunício também foi recebido pelo próprio Fachin para tratar do mesmo assunto.

O líder do PDMB, Renan Calheiros (AL), disse que, como no seu caso, quando o STF pediu seu afastamento da presidência do Senado, no caso do afastamento de Aécio também houve um atropelamento, um excesso de prerrogativa.

— No outro caso era o afastamento por liminar do presidente do poder, hoje é de um senador. Não podia num caso, e o STF decidiu dessa forma, como não pode no outro. Significa afastar para condenar, significa que não há presunção de inocência, significa que pode prender para condenar — disse Renan.

Fachin negou pedido de prisão de Aécio feito pela Procuradoria-Geral da República, mas determinou seu afastamento do cargo. O procurador-geral, Rodrigo Janot, recorreu da decisão, classificando a prisão de Aécio como “imprescindível” para a garantia da ordem pública e da instrução criminal, diante de “fatos gravíssimos” que teria sido cometidos pelo parlamentar.

Inicialmente, Aécio era investigado no mesmo inquérito que apura condutas do presidente Michel Temer. Fachin determinou a divisão das investigações e mandou a parte de Aécio ser sorteada para outro ministro do STF. A tarefa foi repassada, no caso, para Marco Aurélio Mello. Ele decidiu levar à análise da Primeira Turma o recurso da PGR, pedindo novamente a prisão, e do Aécio, pedindo o mandato de volta.


7 comentários

  1. Petista
    quarta-feira, 14 de junho de 2017 – 8:37 hs

    Qualquer analista político com dois neurônios sabe que Lula será IMBATÍVEL em 2018, pois NUNCA FOI DELATADO COM PROVAS, enquanto seu ÚNICO rival, o PSDB, está totalmente DESTRUÍDO e deverá ser EXTINTO, tendo em vista as descobertas da Lava Jato!!! Os outros candidatos, tipo Marina (amiga pessoal de Lula) e Bolsonaro (em eterna briga com nossa Maria do Rosário), são também carta fora do baralho!!! Por isso, trouxinhas deste site, acostumem-se com a idéia do retorno de Lula, que dói menos!!!!

  2. quarta-feira, 14 de junho de 2017 – 10:06 hs

    Petista, suas idéias são geradas no intestino!

  3. Petista
    quarta-feira, 14 de junho de 2017 – 10:27 hs

    – Aécio, tucano ladrão, se fosse homem não teria cooptado a própria irmã na senda de seus crimes!! Sujeito NOJENTO!!!

  4. Petista
    quarta-feira, 14 de junho de 2017 – 10:29 hs

    – E não adianta, ladrão tucano, vir puxar o saco do STF, pois sua PRISÃO É IMINENTE!!! E esses tucanos idiotas ainda têm a CARA DE PAU de falar de Lula, o político mais HONESTO deste País!!!

  5. Daniel Fernandes
    quarta-feira, 14 de junho de 2017 – 10:49 hs

    Henrique Jr.:
    Eu não chamaria de ideias as vociferações do Petista.
    Não dê tanto valor às vociferações dele.
    Podem ser qualquer outra coisa, mas ideias elas não são.

  6. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 14 de junho de 2017 – 13:04 hs

    O Aécio tece loas ao Fachin para obter dividendos já que está a um passo da cadeia,agora ,esse Brasil sombrio está na descendente,tanto que é só olhar em sua volta e ver o estrago e os culpados são esses canalhas ai junto com o boca de sapo Gilmar Mendes.O que tem de politico viajando para o exterior para esconder um pouco seus negócios,e olha que só aqui no Parana´a coisa se pegar tem milhares de anos de cadeia somando todos ladrões.

  7. Juca
    quarta-feira, 14 de junho de 2017 – 14:37 hs

    Petista, o Aécio é da mesma laia do Lula e tão covarde quanto ele. Enquanto Aécio usou a irmã “na senda de seus crimes” (que está viva e pode se defender) Lula usou a mulher (que está morte e não pode se defender) para tentar desvencilhar-se de suas falcatruas imobiliárias. E você petista não perca a bengala branca, pois como todo petista militante é cego e os que não são cegos, não querem ver.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*