A verdade, por favor | Fábio Campana

A verdade, por favor


O vereador Professor Euler fez uma espécie de desabafo em seu Facebook a respeito de tudo que tem acontecido entre a prefeitura, a Câmara e os servidores.

Mais que uma manifestação solitária, o texto denuncia situações graves entre ele e a gestão de Greca: “Fui chamado por pessoas da Prefeitura 3 vezes esse ano: na primeira, queriam saber qual seria meu posicionamento […] na segunda, ofereceram-me cargos comissionados na Prefeitura, para que eu fizesse parte da base […] na terceira, ofereceram-me obras pelos bairros da cidade, para que eu ajudasse a aprovar o Pacotaço”.

Leia na íntegra.

A VERDADE, POR FAVOR!!!

Em minhas entrevistas sobre o chamado Pacotaço e os desacordos entre a Prefeitura e os servidores municipais de Curitiba, tenho sido sempre propositivo. Uma das questões recorrentes que tenho levantado refere-se à evasão fiscal que teremos com as sugeridas mudanças de alíquotas do ISS.

Ao entrevistar o Prefeito Rafael Greca, o repórter de uma rádio perguntou o seguinte: “Medidas contra evasão fiscal… isso também está no plano, no horizonte da Prefeitura?”. Em sua resposta, que não tinha relação com a pergunta, o Prefeito disse: “… nós temos um aumento do ITBI… vai ser tirado exatamente dos mais ricos…essa gente que é contra isso é porque tem dono, tem dono atrás deles cobrando isso, os vereadores com proprietário… cuidado com eles, não se preocupam com o povo!”.

Como fui eu que levantei a questão abordada pelo repórter, sinto-me no direito e dever de esclarecer 2 importantes pontos:

a) O Prefeito está equivocado ou desinformado ao afirmar que o aumento de ITBI será para os mais ricos, afinal a alíquota que está sendo alterada de 2,4% para 2,7% incidirá justamente sobre imóveis cujos valores variam entre R$ 140 mil e R$ 300 mil (essa faixa inclui, por exemplo, imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida).

b) Os vereadores que, assim como eu, são contra essa mudança de alíquota são justamente os que estão olhando para a parcela da população que tem dificuldade em adquirir a casa própria. Ao contrário da acusação do Prefeito, só quem não tem dono ou não está sendo cobrado é que pode ir contra esse aumento.

Fui chamado por pessoas da Prefeitura 3 vezes esse ano: na primeira, queriam saber qual seria meu posicionamento. Deixei claro que não faria oposição gratuita, mas que também não votaria a favor daquilo que eu não considerasse correto ou bom; na segunda, ofereceram-me cargos comissionados na Prefeitura, para que eu fizesse parte da base.

Prontamente recusei essa oferta e aleguei não querer ser da base, justamente para manter minha independência e imparcialidade nas votações; na terceira, ofereceram-me obras pelos bairros da cidade, para que eu ajudasse a aprovar o Pacotaço. Novamente recusei e disse que votaria a favor dos Projetos de Lei que eu considerasse bons e votaria contra aqueles que me parecesse ruins ou que prejudicassem alguma classe (em especial os professores).

Felizmente, posso encher a boca e dizer que cumpro um mandato sem amarras. Voto qualquer matéria simplesmente analisando os aspectos técnicos legislativos e o mérito do que está sendo discutido. Não tenho dono, como sugere o Prefeito, mas tenho duas donas, às quais sirvo sem cerimônia: a minha TRANQUILIDADE e a minha CONSCIÊNCIA.


11 comentários

  1. Maquiavel
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 9:18 hs

    E agora, GAECO?

  2. Priscilla
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 9:31 hs

    É isso aí! É de gente assim que a Câmara precisa.

  3. José Pires
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 9:33 hs

    Não conheço o vereador, mas se fosse ele, tomaria cuidado depois dessa declaração. Deve ter muita gente com raiva.
    Nós, eleitores, só temos que agradecer.

  4. Esperança
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 9:34 hs

    Multiplica, Senhor!
    Por mais vereadores assim!

  5. Arnaldo
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 9:35 hs

    É desse tipo de gente que precisamos. Vamos gravar esse nome.

  6. Paulo Tadeu Macedo Neves
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 9:40 hs

    Calma , muita calma nessa hora.
    Esse dito professor é extremamente ligado as seguintes pessoas:
    Ratinho Jr
    Ney Gazeta Leprevost
    Oriovisto PT Guimarães
    Acho que não precisa dizer mais nada.

  7. Marco Nascimento
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 9:56 hs

    Isso ai é tentar capitalizar politicamente em cima de uma situação complexa.

  8. antonio
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 10:35 hs

    Aí tem armação. Devagar com o andor. Formar opinião apenas por uma notícia direcionada. se passando por honesto e bonzinho é perigoso. Precisamos saber mais a respeito do referido vereador.

  9. Tayco
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 13:47 hs

    Se tiver como provar essas denúncias, o alcaide e a cornocúpia de aliciadores devem ser afastados imediatamente do poder.
    Alô MP! Alô TRE! Alô PF!

  10. quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 19:56 hs

    O professor do positivo deveria ter ficado no cursinho positivo , lecionando as aulas de física pela qual é muito bem remunerado então abriu mão delas .

    Foi se Meter com política. E isso aí

    Quem está falando a verdade ? O greca ou o professor ?

  11. Tania Ubaldo
    sexta-feira, 23 de junho de 2017 – 7:03 hs

    Conheço varios que ajudaram na campanha do greca no primeiro e segundo turno, e que foram deixados de lado quando ele montou a equipe. Agora entendi o motivo. Preferiu chamar o pessoal da oposição pra conversar e oferecer cargos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*