'A Igreja ocultou abuso de jovens' | Fábio Campana

‘A Igreja ocultou abuso de jovens’

Justin Welby, líder da Igreja Anglicana, afirmou hoje que a instituição ocultou evidências do abuso de jovens praticado por um bispo durante duas décadas. A declaração do arcebispo da Cantuária, foi feita após uma investigação independente criticar a igreja por sua atuação no caso de Peter Ball. Welby classificou a leitura do relatório como algo “angustiante”, que trazia a inversão de tratar Ball como vítima e as vítimas sem nenhuma compaixão.
“A igreja conspirou e escondeu, em vez de tentar ajudar aqueles que foram corajosos o bastante para fazer as denúncias. Mais uma vez, eu peço desculpas. Esse é um comportamento indesculpável e chocante. Não podemos ser complacentes, precisamos aprender as lições”.
O bispo Peter Ball, hoje com 85 anos, admitiu seu histórico de abuso de 18 jovens vulneráveis com de 17 a 25 anos entre 1977 e 1992. Eles lhe haviam procurado pedindo conselho espiritual. Uma das vítimas de Ball, Neil Todd, suicidou-se em 2012. Com a cobertura da igreja, Ball escapou de acusações e conseguiu abrandar a pena em outras.


2 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 12:46 hs

    Pena que nessa idade, mesmo que vá para a ala dos criminosos sexuais, ninguém vai se interessar um traseiro velho e murcho.

  2. Macambúzio
    quinta-feira, 22 de junho de 2017 – 18:10 hs

    Qual igreja?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*