A greve 'geral' em Curitiba | Fábio Campana

A greve ‘geral’
em Curitiba

Apesar do alarde de greve geral dos servidores públicos feito sexta-feira à noite feito pelos sindicatos, 30% das escolas aderiram ao movimento. A Secretaria Municipal da Educação informou que 273 das 391 unidades da rede municipal de ensino funcionaram normalmente na manhã desta segunda-feira. Outras 32 fizeram atendimento parcial e 86 unidades não funcionaram.
Os funcionários públicos foram para frente da Câmara Municipal de Curitiba pedir a retirada do ‘pacotaço do prefeito Rafael Greca’ da votação de hoje. A praça Eufrásio Correia amanheceu com policiamento e grades em frente da Câmara, o que aborreceu Gabriel Conte, representante Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba: “A grade é para impedir a nossa presença, porque os vereadores estão entendendo que isso aqui não é um lugar do povo”.


2 comentários

  1. Daniel Fernandes
    segunda-feira, 12 de junho de 2017 – 13:46 hs

    Recado para o Gabriel Conte: pode ser menos demagógico, por favor?

  2. lucão
    segunda-feira, 12 de junho de 2017 – 16:47 hs

    Daniel. Vai lá com o Greca pois vocês se merecem, quem sabe de liga.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*