Servidores podem assistir reunião do pacotaço | Fábio Campana

Servidores podem assistir reunião do pacotaço

A liminar concedida na tarde de hoje derrubou a decisão que proibia os servidores de acompanharem a reunião sobre o “pacotaço”.
Dois projetos do pacote de Greca são discutidos pelos vereadores da Comissão de Legislação, Justiça e Redação. Um aumenta o valor de contribuição dos funcionários e do município ao Regime Próprio de Previdência Social. O outro é sobre o leilão das dívidas da cidade.
A Câmara havia conseguido na Justiça um interdito proibitório que impedia a entrada de servidores e autorizava apenas um representante de cada sindicado. Com a liminar, cai a decisão da juíza de Direito da 5ª Vara da Fazenda, Patricia de Almeida Gomes Bergonse.


2 comentários

  1. luizito
    terça-feira, 30 de maio de 2017 – 18:14 hs

    I comentário de que vereadores relatores de parte do pacote receberam de Greca para financiar sias campanhas, estariam agora comprometidos com o pacote de maldades que o Rafinha mandou para a Câmara..
    Claro que é necessário um ajuste fiscal, mas, também é necessário que o Rafinha não nomeie tantos cargos comissionados está nomeando e pior colocando-os em locais diversos daqueles que foram nomeados.
    Também há , ainda sem explicação, o caso da indicação do secretário das finanças que é procurador do estado e estaria impedido de exercer qualquer outro cargo fora de suas funções, que são da Procuradoria Geral do Estado ( artº 125 da Constituição Estadual), com isso e com outras um dos relatores que falam que estariam na “caixinha” não tem perfil para tanto at56é o seu nome conspira contra ele( Mauro Bobato), só falta acrescentar um A.

  2. BETO
    quarta-feira, 31 de maio de 2017 – 9:06 hs

    O funcionalismo público de carreira esta cada vez mais ferrado com esses malandros. Querem achatar o salário do efetivo pra garantir o salário dos comissionados (pura politicagem). Nada disso precisa, nem reforma da Previdência.Tem que parar de roubar e tudo se resolve com tranquilidade.

    Obs. Não sou funcionário público, apenas um observador e crítico. deste LIXO todo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*