Quando setembro vier | Fábio Campana

Quando setembro vier

Até setembro não teremos acordos de coligações partidárias ou troca de partidos com essa ligeireza exigida pela imprensa. Acontece que em setembro teremos provável reforma partidária que, se não for obra do Congresso, será do STF. E segundo as novas regras, que devem começar pela proibição de coligações nas proporcionais, ninguém se arrisca a um passo em falso.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*