Professor universitário não quer revelar salários | Fábio Campana

Professor universitário não quer revelar salários

Os professores e funcionários das universidades (UEL, UEPG e Unioeste) estão em campanha contra o governo do Paraná para impedir que o Estado inclua as folhas de pagamentos das universidades públicas bancadas pelo Estado no portal onde figuram todos os salários dos demais servidores públicos. A exigência é do Tribunal de Contas do Estado.

Por que os professores não querem que revelem seus salários? Ora, pois, seria constrangedor mostrar altos salários de uma categoria que ano sim, ano seguinte também, armam o maior chororô ao pedir aumentos e vantagens. Saibam todos que o Paraná gasta R$ 2,5 bilhões por ano e que 90% disso é gasto com a remuneração de servidores.


11 comentários

  1. jaferrer
    terça-feira, 16 de maio de 2017 – 12:08 hs

    Essa, infelizmente, é uma notícia mentirosa. O salário de todos os professores está disponibilizado no portal da transparência de cada instituição, bem como no site do governo do Estado. Aliás, basta comparar o salário dos professores das IES Estaduais com os das universidades Federais para ver que não há nenhuma vantagem nem autos salários, pelo contrário, professores universitários ganham menos do que profissionais com a mesma formação e que atuam na iniciativa privada. Apoiar o governo é uma coisa, mentir deliberadamente para defende-lo é lastimável.

  2. jaferrer
    terça-feira, 16 de maio de 2017 – 12:10 hs

    Corrigindo o texto.
    Essa, infelizmente, é uma notícia mentirosa. O salário de todos os professores está disponibilizado no portal da transparência de cada instituição, bem como no site do governo do Estado. Aliás, basta comparar o salário dos professores das IES Estaduais com os das universidades Federais para ver que não há nenhuma vantagem nem altos salários, pelo contrário, professores universitários ganham menos do que profissionais com a mesma formação e que atuam na iniciativa privada. Apoiar o governo é uma coisa, mentir deliberadamente para defende-lo é lastimável.

  3. Macambúzio
    terça-feira, 16 de maio de 2017 – 12:10 hs

    Ora, Beto Richa!! Não tem que perguntar!! Publique e pronto!! Se eles querem tratamento diferenciado, que busquem junto ao Poder Judiciário!!!! Vamos ver de que lado está a lei!!! Não se acovarde, Beto, pois o que há de pior num governante é fazer as vontades de interesses corporativos!!! Na verdade, ESSES PROFESSORES QUEREM ESCONDER ALGO DA SOCIEDADE!!! Publique, Beto!! Ou, se não tiver coragem, faça um favor para nós: PEÇA O BONÉ E SAIA DE FININHO!!!

  4. Tisa Kastrup
    terça-feira, 16 de maio de 2017 – 12:16 hs

    Pela LAI – Lei de Acesso à Informação No. 12.527/2011 (lei federal, por sinal), TODOS os servidores públicos do Brasil (aí incluídos obrigatoriamente os professores das universidades estaduais) têm seus salários OBRIGATORIAMENTE DIVULGADOS nos portais da transparência dos respectivos órgãos e governos – sejam eles federais, estaduais ou municipais.

    O problema é que muitos querem posar de vítimas, de pobres, de miseráveis e de coitados. Seja perante a sociedade, seja perante seus ex-cônjuges, seja perante seus vizinhos, o comércio local onde penduram eternamente suas contas para que alguém as pague ou perante os parentes que os sustentam sem necessidade.

    Os cidadãos de bem de todo o país (aí incluídos os paranaenses) que pagam seus impostos religiosamente em dia para que estes servidores recebam seus salários religiosamente em dia (ao menos aqui no Paraná isto ainda acontece, graças à seriedade do Governo Richa) têm o DIREITO GARANTIDO POR LEI DE SABER ONDE É APLICADO SEU DINHEIRO.

    É deste DIREITO que trata a LEI DE ACESSO À INFORMAÇÃO.

    Será que estes professores estão precisando de aula de direito? Ou para eles isto não é direito?

  5. Pitibul
    terça-feira, 16 de maio de 2017 – 15:55 hs

    Sem choro é sem vela, tem que ter transparência e publicar sim

  6. maria do rosário
    terça-feira, 16 de maio de 2017 – 18:41 hs

    ganham muito produzem negativamente … mentem , mentem , o tempo todo. …

  7. professor
    terça-feira, 16 de maio de 2017 – 19:00 hs

    Matéria enganosa, como mencionado acima existe a lei da transparência e os salários de todos os servidores das IEEs estão no portal transparência do governo do Paraná
    Por favor, procurem informações antes de criticar/julgar.
    Concordo que os salários são altos em relação a grande maioria dos trabalhadores brasileiros, porém estes salários só foram alcançados depois de vários anos de estudo (mestrado e doutorado). Ademais, para se tornar um docente além dos títulos e concorrência temos que passar por prova escrita, didática e de títulos. É claro que existem maus docentes, porém são minora. Por favor, reflitam sobre a disparidade dos valores recebido por um professor com doutorado e um deputado? E mais, um CC do governo e um docente. Obrigado e busquem mais informações antes de acreditarem em blogs.

  8. Walderez Pohl da Silva
    terça-feira, 16 de maio de 2017 – 20:10 hs

    Que gente mal informada! Acessem o portal transparência do Governo E lá estão as remunerações. Há por universidade, há por funcionário, há o cardápios que os senhores ignorantes quiserem. Acham o salário alto? Pois estudem per anos a fio, prestem concurso e parem de criticar aquilo que desconhecem!

  9. Luiz Fernando
    terça-feira, 16 de maio de 2017 – 20:14 hs

    Todos os professores universitários do Paraná têm os seus salários publicamos no Portal Transparência. Basta acessar o Portal Transparência.

  10. Transparência
    quarta-feira, 17 de maio de 2017 – 13:21 hs

    Põe na tela !! Se é pago com dinheiro público tem obrigação de colocar no portal do Governo. Faz muito bem a nossa Administração em ser transparente !

  11. professor
    quinta-feira, 18 de maio de 2017 – 9:08 hs

    A disposição, link abaixo, é só procurar.

    http://www.transparencia.pr.gov.br/pte/pessoal/servidores/poderexecutivo/remuneracao?windowId=26f

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*