PGJ investiga desvio na Publicano | Fábio Campana

PGJ investiga desvio
na Publicano

Já na está na na PGJ (Procuradoria Geral da Justiça) a denúncia do auditor fiscal Orlando Aranda contra o promotor de Justiça Renato Lima Castro, um dos coordenadores da Operação Publicano pelo Gaeco. Aranda depôs nesta quinta-feira, 25, no Ministério Público de Londrina, e reforçou que uma empresa com capital de R$ 10 mil, de propriedade do promotor é sócia de uma outra empresa cujo patrimônio é superior a R$ 1 milhão. O contador das duas empresas, Paulo Caetano, foi delatado pelo ex-auditor fiscal Luiz Antônio de Souza por participar dos esquemas investigados pela Publicano.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*